sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

RUA NO POLO GASTRONÔMICO DO JARDIM ICARAÍ PODERÁ SER TRANSFORMADA EM ÁREA DE LAZER




Uma rua grande onde os carros não têm vez

Point gastronômico da cidade, a Leandro Motta pode ser transformada em área de lazer

Niterói pode ganhar a sua versão da Rua das Pedras, em Búzios. Dentro da prefeitura corre a proposta de transformar a Rua Leandro Motta, no Jardim Icaraí, em um passeio com espaço só para pedestres. A ideia partiu do Polo Gastronômico local e foi abraçada pela secretária municipal de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa. A Secretaria de Urbanismo e Mobilidade já preparou um croqui (como você pode ver acima) de como ficaria a rua, que passaria a contar com amplas calçadas, ciclovia e jardins. Dayse defende também que o lugar funcione como praça, com brinquedos infantis permanentes.

Para sair do papel, falta o OK do prefeito Rodrigo Neves, que deve se reunir nos próximos dias com secretários e empresários para discutir a mudança. Carros seriam definitivamente proibidos de circular na Leandro Motta, assim como o estacionamento, hoje permitido em um dos lados. O trecho em questão fica entre as ruas Nóbrega e João Pessoa, onde atualmente há apenas bares e restaurantes, e nenhum morador.

Aos finais de semana, a rua já costuma ser fechada ao trânsito para eventos do polo.

— Com o fechamento, haverá um ordenamento melhor do passeio, com a delimitação do espaço permitido para mesas e cadeiras. E, hoje, embora o estacionamento na rua já não seja permitido no período noturno, muitos continuam parando os carros ali — afirma Beto Caveari, presidente do polo, que reúne 15 estabelecimentos, sendo 11 na Leandro Motta.

Os empresários, que nos fins de semana já espalham brinquedos para a criançada, estão dispostos a doar os equipamentos do parquinho definitivo. Dayse diz que, inicialmente, os comerciantes discutiam uma rua fechada a carros e com uma via de serviço no meio. O debate evoluiu, e a carga e descarga, pela concepção atual, seria feita em uma rua lateral. E caberia a cada comerciante a ampliação da calçada à sua frente.

— Na região, você só encontra uma praça no Vital Brazil e outra no Largo do Marrão. A Leandro Motta viraria uma área de lazer mais bem aproveitada pelas crianças — comenta ela, que discute o tema com as secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Urbanismo e Mobilidade.

Fonte: Coluna "Fome de quê?", O Globo.









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.