sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Secretaria do Ambiente cria a primeira Floresta Estadual do RJ, em Trajano de Moraes





Decreto de criação da unidade foi publicado nesta quinta-feira no Diário Oficial

A Floresta Estadual (Floe) José Zago, em Trajano de Moraes, na Região Serrana, foi oficializada através da publicação do Decreto 45.543, de 13 de janeiro do governador Luiz Fernando Pezão, publicado nesta quinta-feira (14/01) no Diário Oficial do Estado. A nova unidade, com 29 hectares, ocupa a mesma área do antigo Horto Florestal e será administrada pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea). É a primeira unidade de conservação deste gênero a ser criada pelo governo estadual.

De acordo com a legislação ambiental, a Floresta Estadual é uma unidade de conservação de uso sustentável, com cobertura florestal de espécies predominantemente nativas, que tem como objetivo básico o uso múltiplo dos recursos florestais, com ênfase em métodos de exploração de florestas nativas baseados em critérios de sustentabilidade, e a pesquisa científica.

- A criação desta unidade de conservação vai permitir a ampliação das atividades realizadas no antigo horto, como a produção de mudas e educação ambiental, e estimular outras, como a produção de sementes de espécies nativas de Mata Atlântica e o ecoturismo – afirmou o secretário estadual do Ambiente, André Corrêa.

Atualmente, a produção média do viveiro de mudas da unidade fica em torno de 100 mil mudas por ano. Dentre as espécies mais produzidas estão o Angico-vermelho, Angico-branco, Tarumã, Aroeira, Ipê-amarelo e Ipê-roxo, Jacarandá, Jequitibá, Quaresmeira, Palmito Juçara, Cambucá e Grumixama. Dentro dos limites da unidade existem cerca de 60 espécies florestais, distribuídas entre 23 famílias botânicas.

A denominação da Floresta Estadual homenageia o ex-chefe do Horto Florestal, atualmente aposentado. José Zago começou a trabalhar no horto em 1977, assumiu a chefia em 1988 e permaneceu no cargo até se aposentar, em 2008. Durante sua gestão, além de um importante trabalho de reflorestamento, também foram realizadas várias obras de melhoria que transformaram o horto num dos mais produtivos do estado.

A Floe José Zago está situada na Estrada da Represa, no Bairro da Represa. O decreto estabelece um prazo de dois anos para a elaboração do Plano de Manejo da unidade, que contará com um conselho consultivo constituído por órgãos públicos e representantes da sociedade civil.

Fonte: SEA








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.