domingo, 17 de janeiro de 2016

NITERÓI CONTRA AS QUEIMADAS: queimadas no RJ diminuíram em 2015, mas Niterói teve elevado número de focos


COMENTÁRIO DE AXEL GRAEL:

É possível que não haja muita precisão nos dados informados na matéria abaixo (pode ter havido subnotificação em outros municípios), mas o fato é que o problema dos incêndios em vegetação (queimadas) é uma grande preocupação para a Prefeitura de Niterói. Desde o início da atual gestão, tem se implementado uma política pública para a prevenção e a reposta para as situações de incêndio em vegetação.

O esforço resultou na criação em 2014, do programa Niterói Contra as Queimadas (saiba mais detalhes sobre o programa aqui). No ano de 2014, registrou-se o recorde de incêndios em vegetação no estado do Rio de Janeiro (vide quadro abaixo). Não são conhecidas estatísticas sobre os danos das queimadas em Niterói, mas por atuarmos há muitas décadas como ambientalista em Niterói, podemos afirmar que nunca houve um ano com tantos incêndios em vegetação na cidade, como em 2014. E chama a atenção que o período de maior ocorrência de focos de incêndios foi de janeiro a março daquele ano, considerado normalmente o período de maior incidência de chuvas.



 
Série histórica sobre queimadas no estado do RJ. 2014 foi o ano em que o estado sofreu um recorde de queimadas. Fonte: CPTEC.
 

Segundo o estudo realizado pela Prefeitura de Niterói em 2014, foram 637 pontos com registros de incêndios, que transformaram em cinzas 629,25 hectares (600 campos de futebol). Cerca de 44% deste montante era de floresta nativa, enquanto o restante destruído foi de vegetação herbácea (capim).


Áreas afetadas por queimadas em Niterói entre janeiro e março de 2014, conforme estudo contratado pela Prefeitura de Niterói.


O programa Niterói Contra as Queimadas, pioneiro no estado do Rio de Janeiro e provavelmente no país, já implantou as seguintes medidas:

  • RAS QUEIMADAS: Assinatura de convênio com o Corpo de Bombeiros para a remuneração de profissionais da corporação (RAS: Regime Adicional de Serviço) para um plantão permanente e 24 horas para a prevenção e resposta a incêndios florestais.
  • VOLUNTÁRIOS CONTRA QUEIMADAS: a Defesa Civil de Niterói já capacitou duas turmas de voluntários para dar suporte às ações preventivas, educativas e de suporte ao trabalho dos profissionais da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros no combate a incêndios em vegetação.
  • AÇÕES EDUCATIVAS NAS COMUNIDADES: através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade e da Defesa Civil, ações de educação e esclarecimento sobre os riscos das queimadas à saúde, ao meio ambiente e as implicações legais de quem causar o fogo.
  • AÇÕES COERCITIVAS: salvo raríssimas exceções, queimadas são sempre causadas por ação humana, seja por acidente ou por intenção (leia o texto Queimadas: mitos e verdades). E é importante ressaltar que queimadas são consideradas crimes ambientais e a legislação prevê punições para quem as causa. Por este motivo, nas regiões de focos de incêndios mais recorrentes os moradores da proximidade serão notificados quanto às consequências dos incêndios e, quando os responsáveis por incêndios forem identificados serão tomadas as medidas legais cabíveis.
  • INVESTIGAÇÃO DE RESPONSABILIDADES: através de denúncias às autoridades policiais especializadas (Delegacia do Meio Ambiente), a Prefeitura tem buscado identificar responsáveis por incêndios que causem danos à vegetação e coloquem em risco a saúde e o patrimônio público e particular.
  • MONITORAMENTO DOS DANOS CAUSADOS POR QUEIMADAS: implantação de um sistema de monitoramento e avaliação do dano por fogo na vegetação de Niterói. Através deste trabalho é possível identificar os pontos mais prováveis de início de incêndios, facilitando o trabalho de identificação de responsabilidades.
  • PLANO DE CONTINGÊNCIA PARA INCÊNDIO EM VEGETAÇÃO: assim como foi providenciado para emergências causadas pelas chuvas (casos de deslizamento de encostas e inundação), a Defesa Civil de Niterói está concluindo o Plano específico para queimadas, estabelecendo em conjunto com outros órgãos da administração municipal e outros órgãos parceiros (Exemplo: Defesa Civil Estadual, Corpo de Bombeiros, INEA), uma matriz de responsabilidades para que todos saibam como proceder em casos de incêndio em vegetação e que recursos deverão colocar a disposição.
Além de prevenir e combater as queimadas, a principal causa de perda dos ecossistemas naturais na cidade de Niterói, a Prefeitura estruturou o programa Niterói Mais Verde, com o objetivo de proteger as áreas verdes da cidade, implantando unidades de conservação e promovendo o ecoturismo a visitação destas áreas pela população de Niterói.

Portanto, a prevenção e o controle do fogo nas encostas e áreas verdes de Niterói tem sido uma prioridade e a cidade tem inovado na construção de um protagonismo municipal nesta agenda que tradicionalmente tem sido de atuação das esferas estaduais e federais.

Axel Grael
Vice-Prefeito
Niterói




-------------------------------------------------------------



QUASE 20% DAS QUEIMADAS EM 2015 FORAM EM NITERÓI


Incêndio na vegetação do Parque Estadual da Serra da Tiririca. Foto divulgação Prefeitura de Niterói.


Texto: Aline Balbino

Caíram em 53% os casos de focos de incêndio registrados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) em todo Estado do Rio, na comparação entre 2014 e 2015. No ano passado foram registrados 664 focos de queimadas contra 1.428 do ano anterior. Embora os casos tenham apontado queda, os focos de incêndio no Parque Estadual Serra da Tiririca, entre Niterói e Maricá estão alarmantes. De 664 focos em todo Estado, 122 aconteceram na Serra da Tiririca e 93% ocorreram na área pertencente a Niterói. Foram 45,9671 hectares de mata queimada.

Os meses mais críticos para casos de focos de incêndio são janeiro, fevereiro e março. Dentre todas as denúncias recebidas pelo Serviço de Proteção da Serra, 26% correspondem à queimadas. De acordo com o Inpe em 2015 foram registrados 11 focos de incêndio em Itaboraí. Em 2014 esse número era sete vezes maior. Em Maricá foram 20 focos em 2014 contra 8 de 2015.

Nesta sexta-feira (15) o Corpo de Bombeiros assinou um convênio com a Defeca Civil de Niterói para a implantação do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis) no município, para que quatro bombeiros trabalhem nos dias de folga no combate a incêndios em vegetação. Os militares trabalharão em escala de 24/72 horas e vão atuar junto ao 3º Grupamento de Bombeiros Militar (3º GBM), no centro de Niterói.

Em julho do ano passado um incêndio de grandes proporções atingiu parte da Serra da Tiririca. Mais de 50 bombeiros foram necessários para combater as chamas. Na época helicópteros da Polícia Militar e veículos do Corpo de Bombeiros ajudaram no controle das chamas. A maior parte da vegetação afetada pelo fogo estava situada em costões rochosos, e, em alguns casos, em áreas de difícil acesso.

Fonte: A Tribuna



 -----------------------------------------------------


LEIA TAMBÉM:

Postagens sobre Queimadas no Blog do Axel Grael

Queimadas: mitos e verdades

EM CASO DE INCÊNDIODEFESA CIVIL: 199
CISP LANÇA NOVO CANAL DE EMERGÊNCIA - Ligue 153


PREVENÇÃO E OCORRÊNCIA DE QUEIMADAS EM NITERÓI
NITERÓI CONTRA AS QUEIMADAS - Acordo permite que Niterói remunere bombeiros para atuar na prevenção e reposta a incêndios em vegetação na cidade
AUMENTA O RISCO DE INCÊNDIO EM VEGETAÇÃO EM NITERÓI - Colabore fazendo a sua parte. Evite o fogo, não solte balões e tome cuidado com fogos de artifício!
NITERÓI CONTRA QUEIMADAS - Experiência da Defesa Civil de Niterói na prevenção e combate às queimadas é premiada
NITERÓI CONTRA AS QUEIMADAS - Niterói forma primeira turma do curso de Defesa Civil contra queimadas em vegetação
NITERÓI CONTRA QUEIMADAS - Defesa Civil de Niterói forma a primeira turma de voluntários para o combate a incêndio em vegetação
NITERÓI CONTRA AS QUEIMADAS - saiba mais detalhes técnicos sobre o programa anunciado pela Prefeitura de Niterói
NITERÓI CONTRA QUEIMADAS: Bombeiros firmam parceria com Prefeitura de Niterói
NITERÓI CONTRA QUEIMADAS - Prefeitura de Niterói lança programa de combate às queimadas
NITERÓI CONTRA QUEIMADAS - Corpo de Bombeiros planeja novo quartel para Niterói
NITERÓI CONTRA QUEIMADAS - Bombeiros de folga vão receber extra para combater incêndios em Niterói
Início da série de ações de prevenção às queimadas
PREFEITURA DE NITERÓI VAI ÀS COMUNIDADES COM MAIOR INCIDÊNCIA DE INCÊNDIOS EM VEGETAÇÃO PARA PREVENIR E CONSCIENTIZAR CONTRA RISCOS DO FOGO
Prefeitura inicia nesta segunda-feira série de ações de prevenção contra queimadas
NITERÓI SEM QUEIMADAS: Prefeitura conclui programa de prevenção e controle de incêndios em vegetação
Muitos focos de queimadas em Niterói. Responsáveis pelos incêndios serão investigados
Novo mecanismo para combater incêndios em Niterói
LUTANDO CONTRA AS QUEIMADAS EM NITERÓI
QUEIMADAS - Incêndios florestais castigam o interior do estado


DEFESA CIVIL DE NITERÓI

DEFESA CIVIL DE NITERÓI GANHA NOVA SEDE: sede contará com o Centro de Monitoramento e Operação da Defesa Civil, integrado ao Cisp
Prefeitura de Niterói e Marinha preparam parceria nas áreas da defesa civil, obras e meio ambiente
TECNOLOGIA PARA EVITAR TRAGÉDIAS - cooperação UFF e Defesa Civil de Niterói
NITERÓI RESILIENTE - Defesa Civil de Niterói realizou simulação de deslizamento de encosta com moradores da comunidade do Boavista
DEFESA CIVIL DE NITERÓI promoveu hoje o 1º Seminário de Educação Continuada para NUDECs

RISCOS DAS QUEIMADAS PARA O MEIO AMBIENTE E PARA A SAÚDE HUMANA

Exposição excessiva à poluição do ar aumenta em 34% o risco um AVC, diz estudo
Fumaça de queimadas causa a morte de 339 mil pessoas/ano no mundo
Poluição do ar causou a morte de sete milhões de pessoas em 2012
Câmara dos Deputados discutirá poluição atmosférica nas grandes cidades


SOBRE O CRIME DE SOLTAR BALÕES

POLÍCIA DESCOBRE UM DEPÓSITO DE BALÕES NA ILHA DE JURUBAÍBA, NA BAÍA DE GUANABARA. Comando de Polícia Ambiental realiza operação em SG
POLÍCIA APERTA O CERCO CONTRA OS BALÕES. Municípios de Niterói e São Gonçalo são responsáveis por metade das ocorrências envolvendo artefatos no Estado do Rio
Ação da polícia apreende 150 balões em São Gonçalo e indicia por crime ambiental os responsáveis
Polícia Ambiental fecha fábrica de balões em São Gonçalo
COMBATE AO CRIME DE SOLTAR BALÃO - Disque Denúncia oferece recompensa de até R$ 2 mil contra balões

CLIMA E QUEIMADAS

Questões Climáticas
Mudanças climáticas
MUDANÇAS CLIMÁTICAS - Apesar da queda no desmatamento, emissões no Brasil seguem estáveis
BRASIL ESTÁ MAIS INFLAMÁVEL
Brasil deve esquentar pelo menos 3°C até 2100
Rio tem recorde de focos de queimada em 2014 devido à onda de calor
Cada árvore da Mata Atlântica chega a retirar 163 kg de CO2 da atmosfera
Desmatamento da Amazônia emite mais do que o dobro de CO2 dos carros
Como o Brasil, toda a América Latina passa por sérios problemas climáticos
NASA: Fogo na Amazônia (2010) gerou mais CO2 para a atmosfera que as emissões anuais da India
O colapso dos grandes herbívoros
Capacidade da Amazônia de absorver carbono da atmosfera cai pela metade
Forte calor aumenta número de focos de incêndio no estado

MUDANÇAS CLIMÁTICAS, QUEIMADAS E A ECONOMIA

CRISE DA ÁGUA E QUEIMADAS

MUDANÇA CLIMÁTICA - Déficit de chuvas no Brasil vem aumentando nas últimas décadas
MUDANÇAS CLIMÁTICAS - Crises hídricas tendem a se agravar, afirma especialista
Antonio Nobre: "Se houvesse florestas no Sudeste, a seca não seria tão extrema"







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.