terça-feira, 24 de junho de 2014

PRO-SUSTENTÁVEL - PREFEITURA DE NITERÓI CAPTA RECURSOS PARA NOVO PROJETO PARA A SUSTENTABILIDADE DA REGIÃO OCEÂNICA


Ações previstas para promover a sustentabilidade e a qualidade urbana da Região Oceânica de Niterói.


O prefeito Rodrigo Neves encaminhou na semana passada para a Câmara Municipal de Niterói uma mensagem solicitando a aprovação da captação de recursos para mais um projeto estruturante para a cidade.

Trata-se do PRO-SUSTENTÁVEL (Programa Região Oceânica Sustentável), que está sendo estruturado pelo Escritório de Gestão de Projetos de Niterói (EGP-Nit), vinculado ao Gabinete da Vice-Prefeitura, com o apoio de diversas áreas do governo municipal e parcerias com outras instâncias de governo, como o Governo do Estado, através do Parque Estadual da Serra da Tiririca (INEA).

O programa tem por objetivo tornar a região uma referência de sustentabilidade urbana, investindo em infraestrutura urbana, proteção e recuperação de ecossistemas, mobilidade e conservação, lazer, cultura e economia verde.

Região Oceânica de Niterói.
 
O PRO-SUSTENTÁVEL está orçado em 100 milhões de dólares e os recursos estão sendo negociados pela Prefeitura com a CAF – Banco de Desenvolvimento Econômico da América Latina/Corporação Andina de Fomento. As ações a serem desenvolvidas são:
1- MOBILIDADE, URBANISMO E INFRAESTRUTURA (valor estimado US$ 73 milhões)
 
  • OBRAS DE COMPLEMENTAÇÃO DO BAIRRO NOVO, com microdrenagem e pavimentação de 46 km de vias
  • REQUALIFICAÇÃO URBANA DA ÁREA DE INFLUÊNCIA DA TRANSOCEÂNICA, com implantação de melhorias dos espaços físicos lindeiros ao Corredor Transoceânico-BRT, com redimensionamento de calçadas, nova pavimentação, espaços cicloviários, iluminação especial para pedestres, paisagismo urbano, entre outros.
  • MACRODRENAGEM da Fazendinha 
 
2- SUSTENTABILIDADE (valor estimado US$ 27 milhões)
 
  • OBRAS CICLOVIÁRIAS com a implantação de 57,5 km de ciclorrotas e 100 bicicletários abertos e seis fechados, de forma articulada com o novo sistema viário, tendo como um de seus principais eixos estruturadores a Transoceânica, atualmente em fase final de detalhamento do projeto e licenciamento ambiental. A ciclorrota principal será a TransLagunar, que ligará Itaipu e Itaquatiara ao Túnel Charitas-Cafubá, percorrendo a orla protegida das Lagoas de Itaipu e Piratininga;
  • PARQUE ORLA PIRATININGA com a construção de área de lazer náutico, pista de jogging, academias para terceira idade, adequação das ruas no entorno (infraestrutura de acesso), quiosques, banheiros e tratamento paisagístico.
  • RENATURALIZAÇÃO DO RIO JACARÉ com atividades de reflorestamento da Faixa Marginal de Proteção, das nascentes e das áreas de reabastecimento de aquífero da bacia, incluindo a remoção de moradias e a eliminação dos focos de poluição;
  • CENTRO DE REFERÊNCIA DE SUSTENTABILIDADE URBANA incluindo a implantação de um centro de ecoturismo e unidade demonstrativa de soluções de arquitetura sustentável, juntamente com atividades de educação ambiental. O Centro será implantado no Jacaré;
  • PLANO DE GESTÃO AMBIENTAL incluindo estudos e atividades necessárias ao manejo do sistema lagunar e ao monitoramento de rios, lagoas e praias, e mais a organização de um sistema de governança da Região Hidrográfica contribuinte às Lagoas de Itaipu e Piratininga promovendo a ativa participação dos habitantes locais como coprotagonistas do processo, considerando ainda, um Plano de Defesa Civil para a Região;
  • ECOTURISMO E GESTÃO DE PRAIAS com a urbanização e estabilização da orla da lagoa de Piratininga, a implantação dos Centros de Atendimento ao Turista – CAT’s e a elaboração e implantação de Plano de Gestão de Praias. 
Conforme entendimentos com o banco, a Prefeitura não precisará desembolsar a contrapartida, aceitando-se para este fim o investimento da TransOceânica.
De acordo com o planejamento da Prefeitura, a negociação com a CAF e a tramitação no Governo Federal se dará até novembro de 2014, permitindo que as ações previstas comecem a ser executadas no primeiro semestre de 2015.
 
Axel Grael
Vice-Prefeito


----------------------------------------------------

SAIBA MAIS SOBRE OUTRAS INICIATIVAS DA PREFEITURA PARA A REGIÃO OCEÂNICA:

NEGOCIAÇÃO COM A CAF:
Prefeitura busca novas parcerias com o governo federal nas áreas de segurança e meio ambiente

TRANSOCEÂNICA:
TransOceânica: obras do corredor viário serão iniciadas em setembro
Na presença do ministro das Cidades, Niterói lança o edital para a contratação da obra da TransOceânica
Estudo de Impacto Ambiental (EIA) da obra da TransOceânica conclui que intervenção é viável ambientalmente
Estudo determina que trajeto da TransOceânica é viável
Acertos finais: Transoceânica a um passo de virar realidade
Prefeitura debate projeto da TransOceânica com moradores da Região Oceânica
Estudo de Impacto Ambiental da TransOceânica será apresentado em audiência pública no próximo dia 3

VLT
VLT Charitas-Centro: Prefeitura de Niterói avança na agenda da mobilidade sustentável

NITERÓI MAIS VERDE E PARNIT
'Niterói mais verde' será criado para proteger o meio ambiente
Niterói entra na rota do turismo do Rio de Janeiro
PARNIT e o ICMS Ecológico
Prefeitura de Niterói anuncia PARNIT: áreas de interesse ambiental serão protegidas
Uma caminhada pelo Morro da Viração e Lagoa de Piratininga

PAVIMENTAÇÃO DE RUAS E MICRODRENAGEM:
Prefeitura e governo do Estado vão inaugurar mais sete ruas do programa Bairro Novo em Piratininga
Bairro Novo asfaltará mais 70 ruas da Região Oceânica
Diálogos com a Região Oceânica: prefeito debate pavimentação com moradores

CISP
Prefeitura inicia obras do CISP que visa monitorar a cidade
PREFEITURA DE NITERÓI ANUNCIA A CONSTRUÇÃO DO CENTRO INTEGRADO DE SEGURANÇA PÚBLICA
Niterói terá R$ 3,5 milhões para centro de segurança
Câmara de Niterói aprova captação de recursos junto ao BID para investimento em infraestrutura




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael. Obrigado.