segunda-feira, 3 de agosto de 2015

BAÍA DE GUANABARA - Convênio é assinado para a recuperação da Baía de Guanabara



Acordo foi firmado entre o Estado e sete universidades públicas


Sete universidades e três centros de pesquisa vão auxiliar o Governo do Rio no planejamento de ações de recuperação da Baía de Guanabara. O acordo de cooperação técnica – que inclui condições tecnológicas, científicas e operacionais – foi assinado pelo governador Luiz Fernando Pezão e representantes das instituições, na manhã desta segunda-feira (3), no Palácio Guanabara.

"É uma honra contar com esse observatório composto por pesquisadores de várias das nossas universidades e instituições altamente qualificadas. Essa parceria começo a ser fortalecida em maio e vai auxiliar o estado, acima de tudo, no planejamento de ações e na recuperação da Baía", afirma Pezão.

Governador Pezão prepara-se para iniciar entrevista coletiva após a apresentação do plano de ação da parceria com as universidades. Foto de Axel Grael.


Também serão convidados a participar do trabalho professores estrangeiros com experiência na recuperação das baías de Chesapeake (EUA), Brest (França), e Sidney (Austrália).

"Essa parceria prevê a realização de diagnósticos sobre as atuais condições ambientais e socioeconômicas da bacia hidrográfica e zona costeira adjacente à Baía de Guanabara. A partir daí, serão oficializados instrumentos para monitorar as ações", detalha o diretor executivo da Câmara Metropolitana de Integração Governamental, Vicente Loureiro.

A participação do Governo do Rio se dará por meio das secretarias de Estado de Ciência e Tecnologia, do Ambiente e da Câmara Metropolitana de Integração Governamental.

São signatários do acordo:

- Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj);
- Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf);
- Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UFRJ);
- Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ);
- Universidade Federal do Rio de Janeiro (Uni-Rio);
- Universidade Federal Fluminense (UFF);
- Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ);
- Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz);
- Fundação Getúlio Vargas (FGV);
- e Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (da Marinha).

Fonte: O Fluminense


----------------------------------------------


LEIA TAMBÉM:

"Questão de civilidade": Lars Grael sonha com Baía de Guanabara limpa
BAÍA DE GUANABARA: XI Congresso Brasileiro de Defesa do Meio Ambiente debateu o saneamento e despoluição da Baía
Projeto Grael divulga relatório para contribuir para a solução do lixo flutuante na Baía de Guanabara
Baia de Guanabara entra em pauta no Pan de Toronto


NITERÓI E A BAÍA DE GUANABARA:

Ações do programa Enseada Limpa são apresentadas a comunidades de Jurujuba, Preventório, Charitas e São Francisco
ENSEADA LIMPA: Conheça detalhes do Plano de Ação 2014 para a despoluição da Enseada de Jurujuba
Programa Enseada Limpa entra em nova etapa
Niterói lança programa para despoluir Enseada de Jurujuba
ENSEADA LIMPA - resultados de balneabilidade de Charitas são animadores
ENSEADA LIMPA: mutirão de limpeza na Grota do Surucucu é mais uma ação pela despoluição da enseada de Jurujuba
Capivaras na Baía de Guanabara, em Niterói
ENSEADA LIMPA: Golfinhos fazem espetáculo no mar de Charitas. Melhorias na balneabilidade da enseada poderiam estar ajudando a atrair estes visitantes?
Ação investiga despejo irregular de esgoto por quiosques na orla de Charitas


MAIS SOBRE SANEAMENTO EM NITERÓI

NITERÓI AVANÇA PARA SEXTO LUGAR NO RANKING NACIONAL DO SANEAMENTO
NITERÓI NO JORNAL NACIONAL: bons resultados na prevenção ao desperdício de água
CRISE DA ÁGUA - RJTV dá destaque à experiência de Niterói com políticas para a economia de água
Nascentes de Niterói estão sendo mapeadas
Ilha da Conceição ganha sistema de coleta de esgoto sanitário
Pelo menos 450 imóveis de Niterói não estão ligados ao sistema coletor de esgoto
SANEAMENTO EM NITERÓI CONTINUA AVANÇANDO: Começam obras de implantação da ETE Maria Paula
Matéria de O Globo dá destaque ao saneamento em Niterói
AVANÇA O SANEAMENTO EM NITERÓI: Ilha da Conceição terá 100% de água e esgoto tratados
Niterói terá 100% de esgoto tratado até 2018 - Plano de Saneamento Ambiental investirá R$ 120 milhões


OUTRAS POSTAGENS DE INTERESSE:

Produção de lixo no país cresce 29% em 11 anos, mostra pesquisa
Evento de Stand Up Paddle em Itaipu une esporte e meio ambiente






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.