domingo, 16 de agosto de 2015

MAIS CIDADANIA EM NITERÓI - 2ª Ação Cidadã oferece serviços a 4.700 pessoas em Piratininga









A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH) da Prefeitura de Niterói ofereceu serviços a 4.700 pessoas neste sábado (15/8) durante a 2ª Ação Cidadã do ano, na Escola Municipal Francisco Portugal Neves, em Piratininga. O objetivo do evento é promover a cidadania nas comunidades que não têm acesso aos serviços. Após passar pelo Morro do Cavalão e por Piratininga, a ação ainda passará por mais quatro comunidades da cidade, passando a cada dois meses por um local diferente.

Na 2ª ação, foram oferecidos: aplicação de flúor, medida de glicose e pressão, registro de documentação básica (retirada e segunda via dos registros), isenção da segunda via de documentos, atendimento para o Micro Empreendedor Individual (MEI) com formalização, legalização do alvará definitivo, oferta de microcrédito, balcão de empregos, corte de cabelo e barba, orientação jurídica, orientação de processos administrativos, oferta das vagas do PRONATEC, regularização do Bolsa Família e do Vale Social, oficina de leitura, distribuição de livros, atendimento comercial e cadastramento de baixa renda da Ampla, troca de lâmpadas dos cadastrados no baixa renda e troca de resíduos por desconto na conta de luz, exame de vista, SOS Criança, conscientização e distribuição do ECA, oficina de turbantes e distribuição do Estatuto Municipal da Igualdade Racial.

Para secretária de Assistência Verônica Lima, a 2ª ação cidadã foi um sucesso absoluto: “foram 4.700 atendimentos em cinco horas. Ações como essas são importantes por aproximar o cidadão que mais precisa dos serviços ofertados pela SASDH. Foram tiradas 1.200 carteiras de identidade e mais de 400 pessoas foram cadastradas no Bolsa Família. Vamos levar a Ação para a cidade toda e fico feliz de termos atendido à grande demanda existente na região oceânica.”

Além dos serviços oferecidos, a 2ª Ação Cidadã contou com a apresentação "De Noel a Nogueira, vou sumindo na poeira", do grupo Choro Malandro, de Itaipu e com uma roda de capoeira da Fundação Arte Brasil. Para Gabriel Ribeiro, de 13 anos, morador de Piratininga, a ação foi muito boa por possibilitar que as mães que trabalham durante a semana pudessem levar os filhos para tirarem documentos. Ele tirou a carteira de identidade, cortou o cabelo e se cadastrou no Bolsa Família.

“A Ação com esse caráter e amplitude com um trabalho continuado é fundamental. Esse é um trabalho estratégico para avançarmos na política de assistência social”, destacou a secretária Executiva da prefeitura Maria Célia Vasconcellos. 

Fonte: Prefeitura de Niterói







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.