sábado, 15 de agosto de 2015

ENSEADA LIMPA - Prefeitura de Niterói e INEA farão mais uma campanha de fiscalização em São Francisco contra imóveis não conectados na rede de esgoto


ENSEADA LIMPA - Programa da Prefeitura de Niterói está melhorando as condições ambientais da Enseada de Jurujuba


(Texto publicado originalmente no Blog do Axel Grael em 28 de julho de 2015)



A qualidade das águas da Enseada de Jurujuba (Saco de São Francisco) está melhorando rapidamente.

Desde 2013, a Prefeitura desenvolve o Programa Enseada Limpa, já investiu mais de R$ 4 milhões em obras de melhoria da infraestrutura de saneamento nos bairros da bacia hidrográfica da enseada. Os resultados podem ser atestados no monitoramento das praias desenvolvido para todo o litoral de Niterói pelo INEA (acesse os resultados do INEA aqui).

Segundo os dados do Histórico Anual dos Boletins Divulgados, do INEA, desde 2007 até 2012, as praias da Enseada (são monitoradas as praias de São Francisco, Charitas e Jurujuba), eram consideradas sistematicamente como impróprias para o banho, por não atenderem os padrões de balneabilidade. Na verdade, a situação já estava desta forma há décadas.

Desde o início dos trabalhos do Enseada Limpa, em 2013, os índices começaram a melhorar rapidamente, conforme pode-se verificar no quadro abaixo:

Percentual médio de semanas em condições de balneabilidade nas praias da Enseada de Jurujuba. Quadro de Axel Grael, com base nos dados do INEA. Dados de 2015 computados até final de junho.

Conforme os números indicam, em 2013, a única praia a mostrar uma resposta positiva foi Charitas, que começou a apresentar semanas com balneabilidade a partir do segundo semestre, quando foram retiradas línguas de esgoto que haviam naquela praia. A partir de 2014, os indicadores estão demonstrando um rápido crescimento, sendo que Charitas já se aproxima da condição de balneabilidade na metade das semanas.

Em 2015, as prioridades de atuação do Enseada Limpa são:
  • Implantação de dispositivo de retenção de sedimentos no Canal da Avenida Franklin Roosevelt, para melhorar a eficiência da Captação de Tempo Seco existente na esquina da Rua Tupinambás.
  • Intensificação do programa "Se Liga", em parceria com o INEA e Águas de Niterói.
  • Troca da Ecobarreira do Canal da Franklin Roosevelt por um equipamento ais eficiente e confiável.
  • Atuação em programas educacionais e de melhoria de serviços para reduzir o problema do lixo
Estamos confiantes que a Enseada de Jurujuba será a primeira parte da Baía de Guanabara a poder ser considerada despoluída e que os golfinhos encontrem um ambiente mais atraente para nos visitar com mais frequência.

Axel Grael
Vice-Prefeito
Niterói


-------------------------------------------------

Inea e prefeitura de Niterói vão caçar ligações clandestinas de esgoto em São Francisco

A dragagem do canal da Presidente Roosevelt já retirou mais de 800 metros cúbicos de areia e lixo - Marcos Tristão / Agência O Globo

Ação espera identificar, a partir do mês que vem, imóveis que não estão ligados à rede coletora
 
por

NITERÓI — Uma varredura, de casa em casa, vai procurar, a partir do mês que vem, ligações irregulares que estejam lançando esgoto nos canais que deságuam na Praia de São Francisco. O Instituto Estadual do Ambiente (Inea), a Secretaria municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos e a Águas de Niterói vão levar para o bairro o projeto Se Liga, que reduziu o lançamento de esgoto em córregos, rios e lagoas da Região Oceânica. O objetivo é tentar diminuir a poluição na praia, alvo de críticas de moradores e praticantes de esportes náuticos.

Antes do início da varredura, já foram identificados 250 imóveis, dos 4.300 do bairro, com ligações clandestinas. Parte delas deságuam no canal da Avenida Presidente Roosevelt, que começou a ser dragado pela prefeitura esta semana.

Já foi delimitada uma área, formada por oito quarteirões, na qual será realizada a primeira etapa do projeto, que contará com fiscalização conjunta dos três órgãos. Os proprietários de imóveis que se negarem a se conectar à rede coletora da Águas de Niterói estarão sujeitos a multa de até R$ 2 mil e, se insistirem na infração, poderão ser enquadrados na lei de crimes ambientais. Já as casas que estiverem ligadas à rede receberão um selo de legalidade ambiental.

— Este é o começo de um trabalho que possa permitir, no futuro, que a população volte a mergulhar em São Francisco, uma das praias mais bonitas da Baía de Guanabara. Tenho este sonho — disse o secretário estadual do Ambiente, André Corrêa.

Diretor da Águas de Niterói, Nelson Gomes afirma que os canais da Presidente Roosevelt e da Avenida Taubaté não lançam esgoto na Praia de São Francisco. Segundo ele, todas as ruas do bairro e de Charitas têm rede coletora. A concessionária adota na região o sistema de tomada em tempo seco, que leva para tratamento todos os resíduos captados nos imóveis ou em rios e canais, exceto em dias de chuva.

— Esse sistema é adotado em todo o mundo. Quando existem ligações irregulares, contudo, o esgoto é misturado à água da chuva e vai para a praia. É com este problema que queremos acabar através do Se Liga.

Fonte: O Globo Niterói  


---------------------------------------------------------

LEIA TAMBÉM:

Projeto Grael divulga relatório para contribuir para a solução do lixo flutuante na Baía de Guanabara

ENSEADA LIMPA
ENSEADA LIMPA: Golfinhos fazem espetáculo no mar de Charitas. Melhorias na balneabilidade da enseada poderiam estar ajudando a atrair estes visitantes? 
Ações do programa Enseada Limpa são apresentadas a comunidades de Jurujuba, Preventório, Charitas e São Francisco
ENSEADA LIMPA: Conheça detalhes do Plano de Ação 2014 para a despoluição da Enseada de Jurujuba
Programa Enseada Limpa entra em nova etapa
Niterói lança programa para despoluir Enseada de Jurujuba
ENSEADA LIMPA - resultados de balneabilidade de Charitas são animadores
ENSEADA LIMPA: mutirão de limpeza na Grota do Surucucu é mais uma ação pela despoluição da enseada de Jurujuba
ENSEADA DE JURUJUBA LIMPA - despoluição começa a sair do papel

SANEAMENTO EM NITERÓI
NITERÓI AVANÇA PARA SEXTO LUGAR NO RANKING NACIONAL DO SANEAMENTO
PRIMEIROS TESTES DA ECOBARREIRA DO CANAL DE SÃO FRANCISCO, NITERÓI
NITERÓI NO JORNAL NACIONAL: bons resultados na prevenção ao desperdício de água
CRISE DA ÁGUA - RJTV dá destaque à experiência de Niterói com políticas para a economia de água
Nascentes de Niterói estão sendo mapeadas
Ilha da Conceição ganha sistema de coleta de esgoto sanitário
PROGRAMA REGIÃO OCEÂNICA SUSTENTÁVEL (PRO-SUSTENTÁVEL): Aprovada a liberação de R$ 250 milhões para Niterói
Pelo menos 450 imóveis de Niterói não estão ligados ao sistema coletor de esgoto
SANEAMENTO EM NITERÓI CONTINUA AVANÇANDO: Começam obras de implantação da ETE Maria Paula
Matéria de O Globo dá destaque ao saneamento em Niterói
AVANÇA O SANEAMENTO EM NITERÓI: Ilha da Conceição terá 100% de água e esgoto tratados
Niterói terá 100% de esgoto tratado até 2018 - Plano de Saneamento Ambiental investirá R$ 120 milhões
Município vai receber investimentos de R$ 120 milhões em saneamento básico até 2017
Niterói é a cidade que mais protege a Baía de Guanabara
Aterro de Seropédica passa a descontaminar o material poluente
Reunião entre Prefeitura e Inea sela fim de despejo de chorume em estação de tratamento de Niterói


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.