terça-feira, 25 de agosto de 2015

Prefeitura de Niterói inicia campanha educativa contra som alto em bares e restaurantes


Foto Alexandre Vieira / Agência O Dia.


A Secretaria de Ordem Pública ( Seop) de Niterói realizará até setembro através do Departamento de Fiscalização de Posturas, uma campanha educativa e de conscientização em bares e restaurantes de diversos bairros da cidade quanto a utilização abusiva de som alto .A ação tem como objetivo apoiar a Operação batizada de Bar legal pela postura que já notificou desde janeiro 84 estabelecimentos comerciais que colocavam sol alto .Além da Fiscalização rotineira , o órgão também atua através de denúncias recebidas pela ouvidoria e redes sociais da prefeitura como facebook e o aplicativo Colab.

A ação acontece principalmente em locais como: Piratininga, Jardim Icaraí, mas a poderá ser estendida para zona norte da cidade e centro da cidade. O principal objetivo é mostrar aos comerciantes que os locais devem ter acústica para que não incomode centenas de vizinhos aos estabelecimentos comerciais. A campanha será intensificada gradativamente.

"Existem locais que reconhecidamente são turísticos na cidade ou polos gastronômicos. O que queremos mostrar com a campanha educativa é que todos temos direitos e deveres. O trabalho será feito com gerentes e proprietários para que entendam que deve existir a diversão, mas tudo tem que ser conciliado com a tranquilidade de vizinhos moradores próximos a esses locais. Não podemos esquecer que existem crianças, senhores nas proximidades. Em locais sem a acústica adequada o som chega diretamente na casa das pessoas e isso não pode", explica Marcus Jardim, secretário de ordem pública de Niterói.

O respeito segundo ele, deve existir tanto no que se refere a utilização de som alto como a ocupação de calçadas. Segundo o secretário, a Fiscalização de Postura ao notificar os estabelecimentos, sempre dá um prazo para adequação dos mesmos no que se refere a acústica, realocação de mesas e cadeiras entre outros detalhes. A interdição segundo ele só acontecerá em casos de reincidência e desobediência ao código de postura quando após a notificação não houver mudança.

"Vamos buscar o equilíbrio nas ações e a Secretaria de Ordem Pública está aberta ao diálogo", disse Marcus Jardim.

Fonte: Prefeitura de Niterói







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.