quarta-feira, 19 de agosto de 2015

MARTINE GRAEL E KAHENA KUNZE ASSUMEM A LIDERANÇA NO AQUECE RIO


Martine e Kahena, do Rio Yacht Club, na foto de Pedro Martinezine. 
 
Marco Grael e Gabriel Borges, do Rio Yacht Club, Niterói. Foto de Fred Hoffmann.
 
Torben Grael, coordenador técnico da equipe olímpica brasileira, dá orientações para Marco Grael. Foto Fred Hoffmann.
 






Fotos de Fred Hoffmann.


Nesta terça-feira, na Baía de Guanabara, a dupla brasileira venceu uma regata e chegou em terceiro na outra
Campeãs do evento-teste da vela no ano passado, Martine Grael e Kahena Kunze assumiram nesta terça-feira (dia 18) a liderança da edição deste ano do Aquece Rio Regata Internacional de Vela. Atuais detentoras do título mundial da classe 49erFX, elas fizeram bonito na Baía de Guanabara ao chegarem em terceiro e em primeiro nas duas regatas do dia. Os resultados deixaram as brasileiras na liderança do evento preparatório para os Jogos Olímpicos Rio 2016 com 11 pontos perdidos.
“O dia começou com falta de vento. Quando fomos para a água, conseguimos ter um ótimo dia, consistente. Trabalhamos bem em equipe, não deixamos a flotilha se afastar. Fomos conservadoras e deu certo. Administramos bem as correntes e entrada da maré, e acho que por isso vencemos uma das regatas”, disse Kahena.
A dupla brasileira começou o dia na terceira posição na classificação geral. Com o terceiro lugar na primeira regata, Martine e Kahena empataram com as então líderes, as italianas Giulia Conti e Francesca Clapcich. As adversárias, no entanto, levavam vantagem por terem vencido uma regata. Porém, na segunda disputa do dia, as brasileiras venceram e ultrapassaram as rivais. Giulia e Francesca agora somam 12 pontos perdidos. Terceiras colocadas, as argentinas Victoria Travascio e Maria Sol Branz estão com 18 pontos perdidos.
 
 
Foto enviada por Marcos Vinicius Sangineto.
 
Na Laser, o bicampeão olímpico Robert Scheidt obteve um quarto lugar na única regata do dia. O resultado manteve o brasileiro na sexta colocação no geral, agora com 39 pontos perdidos. A liderança, no entanto, mudou de país. O dono do primeiro lugar passou a ser o italiano Francesco Marrai, com 28 pontos perdidos.
Medalha de bronze na Laser Radial nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em julho, e recentemente confirmada nos Jogos Olímpicos Rio 2016, Fernanda Decnop também teve um bom dia. Ela chegou em quinto na regata e subiu da décima para a sétima posição no geral, com 44 pontos perdidos. A niteroiense está a apenas quatro pontos da terceira colocada, a britânica Alison Young.
“Não comecei bem a regata, mas por conhecer a Baía e saber o que ia acontecer, eu consegui tomar a melhor  decisão no percurso, me recuperar e chegar em sétimo. Como tinha duas atletas na minha frente que tinham queimado a largada, passei para quinto”, contou Fernanda.
Na RS:X masculina, Ricardo Winicki, o Bimba, obteve um sétimo e um sexto lugares e se manteve em oitavo no geral, agora com 52 pontos perdidos. O líder é o chinês Aichen Wang, que vem tendo uma semana quase perfeita. Das oito regatas disputadas até o momento na classe, ele venceu cinco. Ele soma apenas 11 pontos perdidos.
Nas demais classes, o Brasil está em 11º com Jorge Zarif (Finn), Henrique Haddad e Bruno Betlhem (470 masculina), Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan (470 feminina) e Marco Grael e Gabriel Borges (49er). Na RS:X feminina, Patricia Freitas é a 13ª. E na Nacra 17, Samuel Albrecht e Isabel Swan ocupam a 16ª posição.
Resultados:
SOBRE A CBVELA
A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) é a representante oficial da vela esportiva do país nos âmbitos nacional e internacional. É filiada à Federação Internacional de Vela (ISAF) e ao Comitê Olímpico do Brasil (COB). Tem o Bradesco como patrocinador oficial, BG Brasil como co-patrocinador, a Slam como fornecedora oficial e a Richards como parceira. A vela é a modalidade com o maior número de medalhas de ouro olímpicas na história do esporte do Brasil: seis. Ao todo, os velejadores brasileiros já conquistaram 17 medalhas em Jogos Olímpicos.
 
Fonte: CBVela




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.