segunda-feira, 24 de outubro de 2016

SAÚDE E EDUCAÇÃO À MESA NAS ESCOLAS DE NITERÓI



Somente de hortifruti, o consumo semanal da garotada representa uma média de 31 toneladas. Foto: Divulgação


Cardápio balanceado e preservação a saúde

Em Niterói, o caminho para uma educação de qualidade também passa pelo prato dos alunos da rede municipal de ensino. Do berçário ao 9º ano do ensino fundamental, as 93 unidades escolares administradas pela Prefeitura oferecem um cardápio balanceado, com o objetivo de preservar a saúde, combater doenças e conscientizar as crianças da importância de manter uma alimentação regrada. Além disso, por meio do trabalho do Departamento de Alimentação Escolar da Fundação Municipal de Educação (FME), os estudantes são avaliados e encaminhados para médicos quando detectado sinais de sobrepeso e desnutrição – quase 5 mil alunos da rede foram submetidos à última avaliação, realizada este ano.

Seguindo as diretrizes estabelecidas pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), do Governo Federal, as unidades de ensino municipais oferecem entre quatro e duas refeições para os alunos que estudam em horário integral e parcial, respectivamente. No menu, que une qualidade e variedade, há quantidades ideais de proteínas, carboidratos de baixo índice glicêmico, frutas, legumes e verduras para o desenvolvimento da criançada. Somente de hortifruti, o consumo semanal da garotada representa uma média de 31 toneladas.

“Nossos alunos podem contar com um cardápio elaborado por uma equipe de nutricionistas do Departamento de Alimentação Escolar, no qual servimos quantidades exatas de cada alimento necessário para o melhor desenvolvimento deles. Ainda ressaltamos o cuidado em oferecer um tratamento diferenciado de acordo com a idade e as restrições alimentares dos nossos alunos, como intolerância a algum alimento, quadros de obesidade ou desnutrição infantil, diabetes, entre outras necessidades. Para isso, nossos profissionais elaboram cardápios de acordo com a idade e as necessidades especiais de cada um”, apontou o presidente da FME, Bruno Ribeiro.

Mas os esforços da FME em incentivar um estilo de vida saudável por meio da alimentação vão além da elaboração de um cardápio com alimentos minimamente processados, naturais e com índices baixos de gordura e açúcares. O trabalho do departamento de nutrição envolve ainda avaliação antropométrica e nutricional, cursos de capacitação de merendeiros, além de palestras de orientação para todo o corpo docente das escolas e pais dos alunos.

“As atividades vão muito além de adquirir os alimentos e montar um cardápio saudável para as crianças. Após avaliar as condições de peso e nutrição de alunos de 20 escolas da cidade, sendo 16 da rede municipal e outras quatro da estadual, alguns deles são encaminhados para acompanhamento de médicos da Secretaria Municipal de Saúde. Também elaboramos um roteiro de boas práticas para orientar todos os profissionais envolvidos com a produção dos alimentos, armazenamento, higienização e muito mais. Além de palestras e reuniões com professores, gestores e também com os pais dos alunos, para que os valores sejam reforçados em casa”, esclareceu a diretora do departamento, Ivone Albertino.

A criançada também tem a chance de botar a mão na massa, literalmente, com atividades como cozinha experimental, na qual são estimulados a desenvolver receitas e combinar ingredientes saudáveis, e cuidar também de uma pequena horta, cujos plantas cultivadas são utilizadas como tempero na própria unidade escolar.

Tema ganha espaço no Campo de São Bento

Como parte da programação prevista para a XIII Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, cujo tema central desse ano é “Ciência alimentando o Brasil”, o Campo de São Bento recebeu, na sexta-feira (21) e no sábado (22), a III Feira Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Niterói, promovida pela Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Semect) e pela FME. Além de projetos e exposições, o evento também abriu espaço para um estande do Departamento de Nutrição.

No estande, os visitantes receberam uma pequena cartilha com dicas e orientações sobre alimentação, além de avaliação nutricional e outros serviços, como explicou a nutricionista Ana Paula Motta.

“Como o tema central da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia aborda a questão da alimentação, nós montamos um estande para todos os interessados em obter informações sobre nutrição e outros serviços”, destacou.

Fonte: Prefeitura de Niterói








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.