sábado, 18 de julho de 2015

Guarda Ambiental de Niterói e Projeto Aruanã reintegram tartaruga ao mar








Equipes da Coordenadoria Ambiental da Guarda Municipal de Niterói e integrantes do Projeto Aruanã da Universidade Federal Fluminense fizeram na tarde desta sexta-feira (17-07) a soltura de uma tartaruga no mar na Praia de Itaipu, Região Oceânica.

O animal havia sido resgatado pelos guardas e pelos biólogos do projeto em abril, em Itaipu. Na época, ela estava debilitada, ferida e foi levada para tratamento no Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), da Faculdade Estácio de Sá em Vargem Grande, Rio de Janeiro.

Com 72 centímetros e 65 quilos, a tartaruga foi devolvida ao seu habitat natural após receber medicamentos para tratamento naquele instituto de problemas na pele e cortes causados por linhas e anzóis.

A chegada da tartaruga na praia e sua reintegração ao mar despertaram a atenção de banhistas, pescadores e moradores do local. A maioria ficou surpresa com o tamanho do animal e feliz pela possibilidade do mesmo ter conseguido ser salvo.

Morador de Itaipu há 30 anos o aposentado Francisco Vergueira Costa de 78 anos elogiou a ação dos guardas ambientais e dos integrantes do projeto Aruanã.

“Num mundo com tantas pessoas que não ligam para animais ou para a natureza fico feliz em saber que esse tipo de atitude e de trabalho está tão próximo de nós” disse o aposentado.

Num mundo com tantas pessoas que não ligam para animais ou para a natureza fico feliz em saber que esse tipo de atitude e de trabalho está tão próximo de nós”, disse o aposentado Francisco Vergueira Costa de 78 anos.


A coordenadoria ambiental da Guarda Municipal de Niterói vem atuando no recolhimento e resgate de animais auxiliando também no caso de tartarugas assistidas pelo Projeto Aruana. O projeto monitora tartarugas desde 2003. Tem cerca de 300 tartarugas marcadas.

“Nossa equipe levou um pinguim resgatado na praia para tratamento e trouxe de volta a tartaruga que havíamos ajudado a resgatar junto com o projeto. Com isso fechamos esse ciclo. Muito orgulho de trabalhar desta forma” disse Claudio Mendes coordenador da Guarda ambiental de Niterói.

A Guarda Ambiental tem sede na Região Oceânica e recebe denúncias ou informações sobre animais feridos pelos telefones 2621-6720 ou 2621-7989.

Fonte: Prefeitura de Niterói


---------------------------------------------


LEIA TAMBÉM:

ATUAÇÃO DA GUARDA MUNICIPAL EM DEFESA DA FAUNA
Guarda Ambiental de Niterói socorre tartaruga marinha e atobá na Região Oceânica
Tartaruga marinha resgatada em Itaipu pela Guarda Ambiental de Niterói
Coordenadoria Ambiental da Guarda Municipal de Niterói resgata macaco-prego no Sapê
Guarda Municipal de Niterói resgata coruja ferida na Região Oceânica
Guarda Ambiental de Niterói socorre gavião ferido
Coruja é resgatada por homem em rua de Santa Rosa, Zona Sul da cidade
Operação para resgate de animais vítimas de maus tratos em Niterói
Filhote de capivara é resgatado pela Guarda Ambiental

ATUAÇÃO AMBIENTAL DA GUARDA MUNICIPAL
Guarda Municipal de Niterói apreende caminhão que jogava entulho em área de proteção ambiental
Coordenadoria Ambiental da Guarda Municipal de Niterói apreende caminhão que despejava esgoto em rede pluvial
Guarda Ambiental atua junto com Bombeiros no combate a incêndios em Niterói







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.