domingo, 19 de julho de 2015

TRANSOCEÂNICA - Trânsito muda em Itaipu para início das obras na Est. Francisco da Cruz Nunes




Cícero Borges
 
Alterações começam nesta segunda-feira na Estrada Francisco da Cruz Nunes, entre as avenidas Central e Irene Lopes Sodré
 
Por conta das obras de construção do túnel da TransOceânica, via que ligará a Região Oceânica ao bairro de São Francisco, na Zona Sul de Niterói, a prefeitura de Niterói terá operações de interdição no trânsito a partir desta segunda-feira, para os motoristas que trafegam pela Estrada Francisco da Cruz Nunes, em Itaipu, na Região Oceânica de Niterói.
 
A partir das 6h as pistas principal e auxiliar da estrada, sentido Praia de Itaipu, entre a ponte (canal) após Rua Luiz Eduardo Lobo e o Colégio Estadual Alcina Rodrigues, ficarão interditadas no trecho entre a Avenida Ewerton da Costa Xavier (Central) e a Avenida Irene Lopes Sodré.
 
Para desviar o fluxo de veículos em direção à Praia de Itaipu, será criado um sentido duplo de circulação na pista oposta, em direção ao Largo da Batalha, durante 24 horas por dia, sete dias por semana, até o término da obra, previsto para durar seis meses. A pista será dividida por cones, possibilitando a operação de faixas reversíveis nos horários de maior movimento.
 
Nas saídas da Rua Repórter César Donadel e da Avenida Senador Vasconcelos Torres, que ligam a Av. Ewerton da Costa Xavier e a Av. Irene Lopes Sodré, agentes e operadores da Niterór Transportes e Trânsito (NitTrans) irão orientar os motoristas que passarem pelo trecho.
 
A autarquia irá disponibilizar 22 operadores de trânsito, três supervisores, além de uma motocicleta, um veículo leve e um reboque 24h por dia, para retirada de acidentes e veículos enguiçados, além de utilizarem 350 cones.
 
Serão implantadas 40 placas de trânsito e diversas faixas informativas para indicação, advertência e regulamentação da interdição da via. A prefeitura havia suspendido as interdições programadas para a última terça-feira, dia 14, por questões referentes à obra.
 
Alguns moradores que passam pelo local dizem que as intervenções podem complicar ainda mais o trânsito na região.
 
“Acredito que não vai mudar muita coisa não. O trânsito já é muito complicado durante a semana, principalmente nos acessos à Avenida Central. Saio de casa às 7h e pego muito engarrafamento. Muita gente que passa por ali precisa recorrer aos atalhos para conseguir chegar ao destino. O trecho que vai ficar interditado é pequeno, mas imagino que vai tumultar um pouco”, prevê a estudante de Direiro e moradora da região Juliana Pereira, de 28 anos.
 
No último dia 7 aconteceu a primeira detonação para a construção do túnel, no canteiro de obras do bairro da Fazendinha, em Piratininga, na Região Oceânica de Niterói.
 
Na ocasião, foram utilizados cerca de 150 quilos de explosivos no local onde será construída a passagem subterrânea.
 
TransOceânica – A TransOceânica terá 9,3 quilômetros de extensão, vai atender diretamente 11 bairros da Região Oceânica de Niterói e transportará cerca de 80 mil pessoas por dia.
 
A via expressa contará com ônibus no sistema BHLS (Bus of High Level of Service), o primeiro implantado na América do Sul, equipados com ar-condicionado e com portas de ambos os lados. Pelo sistema, os passageiros poderão embarcar nos veículos em seus próprios bairros. Em seguida, os ônibus entrarão na faixa exclusiva do BHLS.
 
O ônibus fará o percurso do Engenho do Mato até Charitas em 25 minutos passando por 13 estações e pelo túnel, que não terá cobrança de pedágio. O corredor viário também contará com ciclovia. No projeto da TransOceânica está prevista, ainda, a integração da via com a estação hidroviária de Charitas, que será transformada em um terminal intermodal.
 
O investimento total da obra será de R$ 310.894.585,00, com recursos do governo federal e da Prefeitura de Niterói. O prazo de execução é de 24 meses.

Fonte: O Fluminense


---------------------------------------------------

LEIA TAMBÉM:

Saiba mais sobre a TransOceânica:
OUTRAS BOAS NOTÍCIAS RECENTES PARA A REGIÃO OCEÂNICA:








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.