segunda-feira, 18 de julho de 2016

Tecnologia a serviço da administração pública



Prefeito Rodrigo Neves em seu Gabinete.



Painel de Gestão e Monitoramento do gabinete do prefeito permite acompanhamento da cidade em tempo real

Após dois meses de funcionamento em caráter experimental, o Painel de Gestão e Monitoramento do gabinete do prefeito Rodrigo Neves está, desde a última quinta-feira, operando em plena capacidade. Através dos monitores instalados na sala de reuniões do chefe do Executivo municipal, o painel apresenta, em tempo real, dados precisos e atualizados da administração da Prefeitura e da gestão da cidade, integrando informações do sistema e-cidades, implantado em 2014.

Com isso, Niterói passa a ser o primeiro município do estado com um sistema que integra informações do orçamento e da contabilidade capaz de avaliar a performance da arrecadação tributária, verificando quais setores e tributos apresentam o melhor desempenho para a gestão. Mas, para chegar ao atual estágio, foi preciso investir num grande salto tecnológico. Antes da implantação do e-cidades, a Prefeitura de Niterói dispunha de mais de 40 sistemas de protocolo e 12 folhas de pagamento que precisaram ser agrupados em sistemas únicos.

O esforço de modernização da gestão foi reconhecido por órgãos como Ministério Público Federal e Controladoria Geral da União, que concederam a Niterói prêmios de transparência da gestão. Nos últimos dois anos, o município figura no topo do ranking de transparência do estado sempre com nota máxima na avaliação dos especialistas.

Todo o processo de informatização permite atualmente a qualquer cidadão verificar, no site da Prefeitura, informações sobre licitações, contratos e seus próprios processos nas secretarias de Fazenda, Urbanismo, Meio Ambiente e Administração. Dados do orçamento, da contabilidade e da tesouraria municipais também estão disponíveis no Portal de Transparência. Entretanto, as ferramentas não se restringem a facilitar o acesso a consultas. Elas possibilitam ao gestor administrar com mais eficiência.

“Esse sistema permite ao prefeito acompanhar diariamente, e com dados atualizados, como está a evolução da arrecadação e dos gastos da Prefeitura. Com essas ferramentas modernas, e utilizando tecnologias avançadas de comunicação e sistemas de informações, nós vamos, cada vez mais, viver uma administração transparente, com maior zelo na aplicação dos recursos públicos e capaz permitindo um contato permanente e mais ágil com os cidadãos. Ao mesmo tempo, ao utilizar melhor esses recursos, o gestor pode realizar mais investimentos em políticas públicas com mais qualidade e menor gasto”, explica Rodrigo Neves.

No painel de Gestão e Monitoramento ainda estão disponibilizados programas como NitGeor, que permite o acompanhamento de 32 projetos estruturantes do plano Niterói Que Queremos. Entre esses projetos estruturantes destacam-se o cronograma da obra da TransOceânica, a construção das 20 novas escolas, do novo Mário Monteiro e do novo Getulinho, além de programas de universalização da coleta de esgoto e fornecimento de água tratada para toda a população.

Na parede do gabinete, painéis da Defesa Civil exibem também dados e informações de sistemas como o centro de controle, sobre pluviômetros, estações meteorológicas e sistemas de sirene e alerta implantados desde 2013 que identificam áreas onde há maior possibilidade de fenômenos climáticos e onde haverá maior ocorrência de chuvas e queimadas. Isso permite o acionamento dos órgãos de Defesa Civil evitando tragédias como a de 2010. Nos últimos três anos, a cidade não registrou nenhuma ocorrência grave por conta desses fenômenos.

A segurança é outro ponto importante. Por meio das câmeras de vigilância, cerca de 300 atualmente, coordenadas no Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) na Região Oceânica, forças como Guarda Municipal e as polícias Militar, Civil e Federal atuam no combate à violência. A implantação do CISP permitiu a prevenção e resolução de mais de 6 mil ocorrências, seja por conta das imagens captadas e enviadas às autoridades, seja pelo acionamento da central telefônica da GM, o 153, ou pelo próprio CISP.

Fonte: Folha de Niterói









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.