segunda-feira, 11 de julho de 2016

SANEAMENTO EM NITERÓI AVANÇA RUMO À UNIVERSALIZAÇÃO: ETE de Camboinhas será duplicada



Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Camboinhas começa a ser duplicada ainda neste ano. Foto: Divulgação



Lislane Rottas

FALTA POUCO PARA FICAR 100%. Duplicação da ETE de Camboinhas começa neste ano e até 2018 esgoto da cidade deverá ser todo tratado

As obras de duplicação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Camboinhas, que atende a população da Região Oceânica, já têm data para começar. De acordo com o superintendente da Águas de Niterói, Nelson Gomes, a concessionária iniciará os trabalhos até o fim deste ano. Outras duas ETE’s: Sapê e Badu, que já estão sendo construídas, têm previsão de serem inauguradas em 2017 e 2018, respectivamente. O executivo da concessionária afirma que a construção foi antecipada devido ao grande volume de investimentos que estão sendo destinados para a região, como a construção da Transoceânica e as obras de drenagem, tocadas pela prefeitura.

A duplicação da ETE Camboinhas faz parte do projeto da concessionária para atingir os 100% de esgoto tratado na cidade. “Esses investimentos trazem um maior crescimento para o local. Para que Niterói atinja a sua meta dos 100% de esgoto tratado serão investidos aproximadamente R$140 milhões até 2019, quando a cidade terá o total de 10 Estações de Tratamento de Esgoto. Estamos trabalhando para que esse número seja uma realidade. Em Pendotiba, inauguramos no início desse ano a primeira ETE da região. A unidade atende os bairros de Maria Paula, Matapaca, Muriqui Pequeno, Vila Progresso e parte de Santa Bárbara. Paralelamente a esses investimentos, a Águas de Niterói também duplicou, no final de 2014, a capacidade de tratamento da ETE Itaipu”, comentou Nelson Gomes.

Destaque – O anuário da Associação Brasileira das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto (ABCON), em parceria com o Sindicato Nacional das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto (SINDCON), escolheu Niterói e mais 10 cidades que contam com concessão privada, como exemplos de desenvolvimento econômico e social a partir do saneamento.

O município de Niterói é uma das “Cidades Saneadas”, destacadas pela publicação que saiu no mês passado: “Panorama da Participação Privada no Saneamento 2016”. Entre as informações contidas no material estão os investimentos atualizados da iniciativa privada no saneamento, população e número de municípios atendidos. De acordo com a ABCON, a cidade recebeu esse destaque pelos índices que apresenta no saneamento: 100% de abastecimento de água para a população, 95% de esgoto coletado e totalmente tratado, atendendo cerca de 495 mil moradores. A publicação revela que Niterói se tornou emblemático, por estar ao lado do Rio de Janeiro e ter índices muito mais favoráveis do que a capital do estado no saneamento. Recentemente, a concessão privada foi motivo de matéria no New York Times, que retratou a cidade como um exemplo do que poderia ser feito no saneamento para as Olimpíadas.

O superintendente de Águas de Niterói comenta o destaque da cidade no ranking da ABCON. “Essa indicação é o reconhecimento do trabalho desenvolvido durante esses anos e corrobora com o exitoso modelo de concessão adotado em Niterói. O que realmente nos motiva e enche de orgulho é a contribuição ao meio ambiente, à saúde da população e ao desenvolvimento do município. Não existe cidade, estado ou país desenvolvido sem saneamento básico”, afirmou.

Fiscalização – Além dos investimentos, a fiscalização temc ontribuído para o quadro favorável. O projeto Se Liga conseguiu reduzir em 84% o lançamento de esgoto nos rios e córregos da Região Oceânica. Executada pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), a iniciativa evitou que 300 mil litros por dia de esgoto in natura fossem despejados nos rios da região, segundo cálculos dos técnicos da Superintendência Regional Baía de Guanabara do Inea.

Fonte: O Fluminense



------------------------------------------------------


LEIA TAMBÉM:

Saneamento em Niterói

SANEAMENTO - Niterói mais perto de 100% de cobertura por rede de esgoto
Edital de licitação das obras de drenagem no Maravista será lançado nesta quarta-feira
Vazamento na prainha de Itacoatiara não é "língua de esgoto"
Prefeitura retirou quase 6 mil m3 de lixo dos rios de Niterói em 2015
Estação de Tratamento de Esgoto de Maria Paula é inaugurada e beneficiará cerca de 40 mil pessoas
NITERÓI RUMO À UNIVERSALIZAÇÃO DO SANEAMENTO - Estação de Tratamento de Esgoto de Maria Paula será inaugurada dia 8
INFRAESTRUTURA AVANÇA EM NITERÓI - Prefeitura realiza simultaneamente 18 obras por diversos bairros de Niterói
NITEROI AVANÇA PARA UNIVERSALIZAÇÃO DO SANEAMENTO: Visita às obras da ETE Maria Paula
NITERÓI AVANÇA NAS PARCERIAS COM O SETOR PRIVADO: Obras da ETE do Sapê começam em março
NITERÓI AVANÇA PARA SEXTO LUGAR NO RANKING NACIONAL DO SANEAMENTO
NITERÓI NO JORNAL NACIONAL: bons resultados na prevenção ao desperdício de água
CRISE DA ÁGUA - RJTV dá destaque à experiência de Niterói com políticas para a economia de água
Nascentes de Niterói estão sendo mapeadas

Programa "Se Liga"

PROGRAMA "SE LIGA": 760 imóveis serão ligados à rede de esgoto em Niterói
PROJETO "SE LIGA": Muito menos sujeira nos rios de Niterói
PROGRAMA "SE LIGA" JÁ EVITA QUE 236 MIL LITROS DE ESGOTO POR DIA CHEGUEM ÀS LAGOAS DA REGIÃO OCEÂNICA
CAMPANHA "SE LIGA": Inea e Prefeitura de Niterói encontram ligações irregulares na Zona Sul
ENSEADA LIMPA - Como parte do programa "Se Liga", Inea e Prefeitura fazem vistoria em casas em São Francisco
ENSEADA LIMPA - Prefeitura de Niterói e INEA farão mais uma campanha de fiscalização em São Francisco contra imóveis não conectados na rede de esgoto

Programa Enseada Limpa

ENSEADA LIMPA - conheça as ações para a despoluição da Enseada de Jurujuba (Saco de São Francisco)
ENSEADA LIMPA - Ecobarreira mais resistente vai contribuir para limpeza de praia
ENSEADA LIMPA: esclarecimentos sobre a matéria "Canal de São Francisco, em Niterói, ganhará nova ecobarreira"
ENSEADA LIMPA E A BALNEABILIDADE: Praia na Baía de Guanabara supera oceânicas e fica balneável durante quase todo o ano
ENSEADA LIMPA - Como parte do programa "Se Liga", Inea e Prefeitura fazem vistoria em casas em São Francisco
ENSEADA LIMPA - Prefeitura de Niterói e INEA farão mais uma campanha de fiscalização em São Francisco contra imóveis não conectados na rede de esgoto
ENSEADA LIMPA: Golfinhos fazem espetáculo no mar de Charitas. Melhorias na balneabilidade da enseada poderiam estar ajudando a atrair estes visitantes?
Outras postagens sobre saneamento

SANEAMENTO: Plenário do Senado aprova projeto que estimula investimento em saneamento básico









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.