sábado, 30 de julho de 2016

RIO 2016 - NITERÓI ENTREGARÁ A TOCHA PARA A CIDADE OLÍMPICA: Um campeão com a missão de conduzir a tocha olímpica ao Rio


 
Torben Grael irá conduzir a Tocha Olímpica em barco na Baía de Guanabara e a entregará ao prefeito do Rio, Eduardo Paes. Foto: Roberto Castro / ME


Recordista de medalhas olímpicas, Torben Grael irá levar a chama da Baía de Guanabara até a capital fluminense

Um recordista brasileiro em medalhas olímpicas que terá a missão de liderar uma promissora equipe de vela na disputa dos Jogos Olímpicos em casa. Além disso, o niteroiense Torben Grael terá outra grande honra antes da abertura dos Jogos Olímpicos: carregar a tocha pela Baía de Guanabara, saindo de Niterói até o Rio e, entregando-a ao prefeito da capital fluminense, Eduardo Paes.

A chama cruzará a Baía de Guanabara escoltada por sete medalhistas que ajudaram a transformar a vela no esporte que deu mais títulos ao Brasil na história dos Jogos (seis, ao todo). Entre eles, os irmãos Torben (bicampeão) e Lars Grael (dois bronzes), que vão entregar a tocha ao prefeito do Rio, Eduardo Paes, na Escola Naval.

A cerimônia começará às 8h do próximo dia 3( quarta), no Rio Yacht Club – o Sailing. No ancoradouro, a chama seguirá no Aileen – barco centenário da família Grael, que disputou os Jogos de Estocolmo (1912) – até o Lady Lou, embarcação também dos Grael, que levará os velejadores para o Rio.

Capa do jornal O Fluminense, 30/07/2016, com destaque para o barco "Lady Lou", de Torben Grael, que fará a travessia da tocha tripulado por todos os medalhistas olímpicos da Vela de Niterói.


Além desta honraria, Torben terá trabalho durante os Jogos, como coordenador técnico da equipe brasileira de vela. Na fase final de preparação para a Rio 2016, na Escola de Educação Física do Exército, na Urca, o bicampeão dos Jogos falou sobre as chances brasileiras de medalha.

“As principais chances de pódio de nossa equipe são na Laser masculino (Robert Scheidt), na 470 feminino (Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan) e na 49erFX (Martine Grael e Kahena Kunze)”, declarou.

Questionado se vê os brasileiros em vantagem na medal race dos Jogos Olímpicos pela experiência na Baía, Torben criticou o modelo de disputa e afirmou que não vê esta experiência como decisiva para a conquista de medalhas.

“A medal race é uma regata tão curta que o campo de competição tem muita concorrência. Eu pessoalmente não concordo muito com o sistema. São quatro anos de trabalho definidos em um regata que dura menos de vinte minutos. Não sei se é muito justo. Pela regata ser curta, foca-se muito na largada. A raia fica tão pequena que a questão da correnteza não tem influência. É muita mais uma questão tática do que o fato de escolher o lado para largar”, explicou.

Torben ainda destacou que cada atleta possui uma preferência entre nadar em mar aberto ou em condições difíceis e constantes.

É uma coisa pessoal. Tem atleta que gosta de velejar em condições difíceis e constantes como temos na Baía e tem atleta que gosta de velejar em mar aberto. É uma opção pessoal. Não é uma opinião da equipe ou do time todo”, destacou.

O recordista brasileira de medalha olímpicas, com cinco ao todo, ainda falou sobre as condições da Baía de Guanabara.

“Nossa arena foi entregue cheia de lixo. Você tem de tentar evitar, mas nem sempre é possível. Tem lixo que fica à meia altura na água e que você não vê direito. Às vezes tem algo na divisa de maré e é difícil passar sem pegar alguma coisa”, disse.

A equipe brasileira de vela será composta pelos seguintes atletas.

Rober Scheidt (Laser), Fernanda Decnop (Laser Radial), Marco Grael e Gabriel Borges (49er), Martine Grael e Kahena Kunze( 49erFX), Jorge Zarif(Finn), Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan (470), Henrique Haddad e Bruno Bethlem (470), Samuel Albrecht e Isabel Swan (Nacra 17), Patricia Freitas (RS:X) e Ricardo Winicki, o Bimba (RS:X).

As competições de vela nas Olimpíadas serão disputadas na Baía de Guanabara, de 8 a 18 de agosto.

Fonte: O Fluminense









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.