sexta-feira, 8 de julho de 2016

MOBILIDADE EM NITERÓI: Seminário com a participação de especialistas de Bordeaux, França, debate o VLT em Niterói



O prefeito Rodrigo Neves lembrou que o transporte vai se integrar com outros sistemas como as barcas e as ciclovia. Foto: Alexandre Vieira / Prefeitura de Niterói
 
 
Evento foi promovido pela administração municipal junto com outras instituições e abordou os benefícios do sistema

Aconteceu nesta quinta-feira (5) pela manhã a abertura do seminário internacional “Mobilidade Urbana e Sistemas de VLT”, que é promovido pela administração municipal juntamente com a Câmara Metropolitana de Integração Governamental, Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), Consulado da França e Acec (Associação Conselho Empresarial e Cidadania), no Solar do Jambeiro, no Ingá, na Zona Sul de Niterói, e contou com a participação do prefeito de Niterói, Rodrigo Neves.

Em seu discurso, o prefeito disse que o projeto do VLT na cidade é um projeto a médio e longo prazo e vai se integrar a outros sistemas de transporte, como as barcas e as ciclovias, entre outros, e destacou a parceria que fará com a AFD.

“Niterói está plenamente conectada com agências de cooperação para adquirir programas mais inovadores que estão ocorrendo no mundo em termos de gestão e governança. Acredito que essa cooperação com a agência francesa será muito útil para a cidade e positivo para os cidadãos, se tornará uma referência esta parceria no Brasil e na América do Sul. Sobre o VLT, estamos pensando não em curto prazo, não para amanhã, mas, sim, em médio e longo prazo. Esse sistema vai se integrar a outros, como barcas e bicicletas, é um projeto que demanda muitos investimentos, que muda o perfil das cidades”, declarou Rodrigo Neves.

O diretor executivo da Câmara Metropolitana, Vicente Loureiro, elogiou a iniciativa da prefeitura na busca por soluções para melhorar a mobilidade na Região Metropolitana Fluminense.

“Soluções locais não querem dizer que não sejam soluções metropolitanas. Melhorar a circulação em Niterói significa impactos no Leste Metropolitano. Essa iniciativa tem repercussão mais do que local. O que estamos fazendo aqui em Niterói é um exemplo, uma referência para construirmos no futuro uma metrópole mais justa na distribuição dos serviços”, frisou.

Fonte: O Fluminense



-----------------------------------------------------------


LEIA TAMBÉM:

VLT

Prefeitura discute parcerias com consulado francês para projetos de desenvolvimento
MOBILIDADE URBANA: Prefeitura de Niterói estuda implantação de sistema VLT
Prefeito em exercício de Niterói conhece tecnologias inovadoras de transporte urbano
VLT DO RIO DE JANEIRO - vistoria técnica às obras de implantação do VLT do Rio de Janeiro
Prefeitura discute parcerias com consulado francês para projetos de desenvolvimento
NITERÓI APRESENTA AO BID PROJETO DE VLT PARA A CIDADE
VLT Charitas-Centro: Prefeitura de Niterói avança na agenda da mobilidade sustentável
BID libera primeira parcela de financiamento e poderá apoiar VLT de Niterói

MOBILIDADE

NITERÓI CIDADE INTELIGENTE: Município terá sinais inteligentes e trânsito monitorado em tempo real
NITERÓI CIDADE INTELIGENTE: Sinais inteligentes serão implantados nas dez áreas consideradas as mais congestionadas da cidade
POR UMA MOBILIDADE AINDA MAIS SUSTENTÁVEL
WRI Brasil Cidades Sustentáveis sela parceria com Niterói para o desenvolvimento do Plano de Mobilidade Urbana da cidade

OUTRAS POSTAGENS

NITERÓI SUSTENTÁVEL: município é referência na Região Metropolitana do Rio
NITERÓI DE BICICLETA: Prefeitura anuncia início de obra de bicicletário com 424 vagas no Centro
NITERÓI DE BICICLETA: Segunda edição do Niterói Bike Tur leva ciclistas a Museus
PROGRAMA REGIÃO OCEÂNICA SUSTENTÁVEL - Senado aprova financiamento de R$ 350 milhões da CAF para Niterói







Um comentário:

  1. Para onde enviar currículo de especialista em engenharia de transporte pela Cope (UFRJ) ?

    ResponderExcluir

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.