terça-feira, 19 de julho de 2016

CULTURA EM NITERÓI: Portões abertos para Centro Petrobras de Cinema no fim de agosto





Obra de Oscar Niemeyer recebe investimentos de R$ 12 milhões

O roteiro das obras do Centro de Cinema do Caminho Niemeyer está próximo de um final feliz para Niterói. Em visita ao complexo cultural, em São Domingos, na manhã desta terça-feira (19), o prefeito Rodrigo Neves avaliou e aprovou o avanço das obras e instalações do local, ao lado de diretores do grupo francês Reserva Cultural. A previsão é que os portões do mais novo complexo de cinemas da cidade sejam abertos até o final de agosto.

“Desde o início de nossa gestão, temos implantado ações de revitalização dos espaços relacionados ao Caminho Niemeyer, como o Teatro Popular e o Museu de Arte Contemporânea (MAC). E este era o próximo espaço que merecia ser restaurado, em uma região histórica de Niterói, como São Domingos e o Gragoatá, vizinha ao campus da UFF. Só foi possível a realização desse projeto por meio de uma parceria público-privada (PPP) com o grupo Reserva Cultural, que desenvolveu um projeto muito promissor, em conjunto com a Secretaria de Cultura e a Fundação de Arte de Niterói (FAN)”, detalhou o prefeito, que prosseguiu comentando sobre o impacto cultural da inauguração de um novo cinema na cidade.

“Acredito que teremos uma opção cultural extraordinária para Niterói, para o Rio e todas as cidades vizinhas, afinal é o primeiro complexo de cinema projetado por Oscar Niemeyer, então teremos um apelo popular forte desde sua inauguração. Até mesmo pela força universitária da UFF”, disse o chefe do Executivo, acompanhado do secretário de Cultura, Arthur Maia, do presidente da FAN, André Diniz, e da diretora do Reserva Cultural, Laure Bacqué.

Laure destacou ainda que o projeto arquitetônico assinado pelo arquiteto mais famoso do País vem chamando a atenção inclusive da crítica internacional.

“Estamos vendo que existe um interesse inclusive internacional pela arquitetura da obra, apesar do grande trabalho que tivemos”, brincou. “Mas está ficando tudo maravilhoso e pronto para entregar até o fim de agosto. Principalmente por ser em Niterói, um público fã de cinema acima de tudo”, frisou.

O projeto foi retomado após 11 anos de obras paralisadas, graças a uma parceria firmada entre a Prefeitura e o grupo francês Reserva Cultural, especializado em cinemas latino-americano e europeu, com investimento total de R$ 12 milhões. Pelo contrato de concessão, a empresa ficará responsável pela implantação de cinco salas de cinema e sete lojas, entre elas, um café, uma livraria e um bistrô, e administrará o espaço por 25 anos.

Fonte: O Fluminense









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.