sábado, 21 de novembro de 2015

PRO-SUSTENTÁVEL: Prefeitura de Niterói conclui o processo de negociação do contrato para projeto de infraestrutura e meio ambiente


MISSÃO CUMPRIDA: todos os detalhes e termos contratuais do PRO-Sustentável definidos e aprovados por todas as partes.

Hoje, em pleno feriado de Zumbi, e após o terceiro dia consecutivo de trabalho intenso e muita negociação, concluímos a fase de negociação dos termos contratuais do PRO-Sustentável - Programa Região Oceânica Sustentável, que investirá US$ 100 milhões em infraestrutura urbana e projetos ambientais na Região Oceânica de Niterói.

Para a negociação em Brasília tive o apoio do procurador geral do município, Dr. Carlos Raposo, o secretário municipal de Fazenda Cesar Barbiero e José Augusto Gomes, do Escritório de Gestão de Projetos (EGP).

Pelo Governo Federal tivemos a participação de representantes da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN-Ministério da Fazenda), da Secretaria do Tesouro Nacional (STN-Ministério da Fazenda) e da Secretaria de Assuntos Internacionais (SEAIN-Ministério do Planejamento).

As reuniões aconteceram no Ministério do Planejamento e na sede da Corporação Andina de Fomento (CAF), banco que financiará o Programa.

O PRO-Sustentável agora está muito perto. Só falta a aprovação do Senado Federal.

Seguimos em frente na construção do sonho de fazer de Niterói a melhor cidade para se viver e ser feliz e uma referência de sustentabilidade para o país.

Axel Grael


------------------------------------------


SAIBA MAIS SOBRE INICIATIVAS DA PREFEITURA PARA A REGIÃO OCEÂNICA:
PRO-SUSTENTÁVEL:
NITERÓI MAIS VERDE E PARNIT

TRANSOCEÂNICA:

VLT

PAVIMENTAÇÃO DE RUAS E MICRODRENAGEM:

CISP







Um comentário:

  1. Na década de 1970, com a construção do aterro da Praia Grande e o consequente aterramento do litoral em frente a Praia Grande, no Centro de Niterói, a praia desapareceu.
    Por que a Prefeitura não reconstitui este espaço, passando a se situar aproximadamente cem metros à frente da antiga linha costeira, em frente da Praça Popular do Caminho Niemeyer, similarmente ao que aconteceu com a Praia do Flamengo, no Aterro de mesmo nome?

    ResponderExcluir

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.