terça-feira, 24 de novembro de 2015

Mobilização Mundial pelo Clima este domingo - 29/11 às 10:00 no posto 8 - Ipanema




Este domingo, 29 de novembro, em cidades de todo o mundo haverá marchas globais pelo Clima destinadas a pressionar a Conferência do Clima em Paris por metas mais ambiciosas de redução de emissões de gases efeitos estufa. No Rio de Janeiro estaremos caminhando na orla, saindo do Posto 8 de Ipanema às 10:00.

#ENTRENOCLIMA

Quando: 29/11. Próximo domingo.
Onde: Posto 8 - Calçadão de Ipanema.
Horas: 10:00.

Quem: Todo mundo. Convide e compartilhe com quantas pessoas puder.

Evento no facebook: https://www.facebook.com/events/1016821868368775

Os eventos climáticos extremos que acontecem todos os dias, em diferentes pontos do planeta, indicam a gravidade da crise climática. Com um aumento de menos de 1 grau na temperatura média do planeta, desde o início da era industrial, já vivemos essa sucessão ondas de calor, enchentes, secas, derretimento de geleiras, colapsos na agricultura de diversos países, aumento no nível dos oceanos e as consequenciais sociais indiretas disso tudo: migrações, agravamento de conflitos, guerras civis.

Tenta-se impedir que o aumento da temperatura média do planeta ultrapasse os dois graus, nesse século. Dois graus já trarão problemas muito maiores que os de agora. Mas o atual nível de emissão de carbono aponta para 4 graus, talvez até mais que isso! Isso representaria catástrofes inimagináveis ainda no tempo de vida de nossos filhos e netos! Para deter esse processo e não ultrapassar os 2 graus --que a ciência diz ser o limite além do qual as consequências serão catastróficas-- é preciso uma redução muito acentuada da emissão de gases de efeito estufa na atmosfera. Todos países precisam desenvolver seu esforço máximo, inclusive o Brasil. Isso não é um “sacrifício”: uma economia de baixo carbono reduz a poluição e gera muito mais empregos do que aquela que temos atualmente.

Maiores Informações Centro Brasil no Clima: 2262 1202

Fonte: Alfredo Sirkis






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.