quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Túnel Charitas-Cafubá: primeira detonação do lado de Charitas será realizada nesta quinta-feira




Prefeitura montou esquema especial para garantir a segurança dos moradores do Morro do Preventório

18/11/2015 - Nesta quinta-feira (19.11), às 11h, a Prefeitura de Niterói inicia mais uma frente de trabalho para a construção do Túnel Charitas-Cafubá: a primeira detonação do lado de Charitas, no Morro do Preventório. Todos os moradores num raio de 100 metros do local da explosão terão que deixar suas casas e a área de segurança. O trânsito na Avenida Prefeito Silvio Picanço será interditado, e o tráfego dos catamarãs que saem da estação de Charitas também será interrompido. Serão utilizados 50 quilos de explosivos na operação.

Aproximadamente 400 famílias que moram na região de segurança (área compreendida pelas travessas Santa Cândida e São Caetano; Condomínio Parque de Jurujuba e a travessa onde está localizado o Ciep Leonel Brizola) serão retiradas do local. O momento da detonação será anunciado por alertas emitidos por sirenes. O primeiro sinal será dado 30 minutos antes; o segundo 20 minutos antes; e o terceiro na hora da explosão. Uma última sirene irá soar para avisar quando a área de segurança estiver liberada.

Equipes das secretarias municipais de Assistência Social, Saúde e Executiva, coordenadas pela Defesa Civil Municipal, estarão no local para orientar os moradores e para garantir que todos deixem a área de segurança. Toda a operação – do momento da evacuação até a explosão - durará aproximadamente uma hora. O quartel do Corpo de Bombeiros em Charitas será o ponto de apoio que receberá as famílias até que elas possam voltar para casa.

A Nittrans estará no local com um supervisor, dois operadores, dois agentes e duas viaturas. O trabalho tem por objetivo orientar pedestres e motoristas. A Avenida Silvio Picanço será interditada, entre o Corpo de Bombeiros e o Hotel Solar do Amanhecer, 20 minutos antes da explosão, quando soar a segunda sirene. O trânsito será liberado logo após a detonação, com o sinal da última sirene. Já o tráfego de catamarãs será interrompido 10 minutos antes da explosão e retomado em seguida.

Os moradores da área de segurança foram orientados sobre a evacuação por meio de carta e cartilha, e passaram por um mapeamento para identificar o responsável pela residência, dados de contato e a existência de pessoas que necessitarão de auxílio na desocupação, como idosos, crianças e pessoas com deficiência.

As medidas de segurança, com a desocupação das casas, ida para o ponto de apoio, interdição da avenida e interrupção da operação dos catamarãs, passarão a fazer parte da rotina das famílias a partir do dia 23 de novembro, e serão repetidas por cerca de três meses.
Fonte: Prefeitura de Niterói






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.