quinta-feira, 17 de março de 2016

SANEAMENTO - Niterói mais perto de 100% de cobertura por rede de esgoto





O empreendimento beneficiará cerca de 40 mil moradores da região
Foto: Prefeitura de Niterói/Divulgação


Obra faz parte de uma parceria entre a Águas de Niterói e a Prefeitura Municipal

Niterói deu mais um passo nesta quarta-feira (16) para ser a primeira cidade do Estado e uma das únicas do país a ter o sistema de coleta e tratamento de esgoto universalizado. O prefeito da cidade, Rodrigo Neves, acionou oficialmente o mecanismo de controle que deu início ao funcionamento operacional da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Maria Paula. A obra faz parte do Plano de Investimento de R$ 120 milhões para saneamento ambiental em Niterói, da Águas de Niterói em parceria com a Prefeitura Municipal, que contempla a construção de mais duas ETEs (Badu e Sapê), além da ampliação da estação de Camboinhas. Acompanhado do diretor da concessionária Águas de Niterói, Nelson Gomes, o chefe do Executivo confirmou que ETE Sapê começará a ser construída em abril deste ano.

O prefeito Rodrigo Neves e o vice-prefeito Axel Grael observaram de perto o funcionamento de cada etapa da operação que beneficiará 40 mil moradores dos bairros de Maria Paula, Matapaca, Muriqui, Rio do Ouro e Vila Progresso. Essa fase do empreendimento teve um investimento de aproximadamente R$ 35 milhões. Serão 60 litros de esgoto tratados por segundo. Futuramente serão construídos outros dois módulos, e a estação poderá tratar até 180l/s. A estação integra também 25 quilômetros de rede, 10 quilômetros de recalques e 12 elevatórias. “A parceria público-privada é de extrema importância e por isso caminhamos para esse ponto de colocar Niterói como a única cidade com 100% de saneamento básico no Estado. Vamos avançar ainda mais com a confirmação de que em abril a concessionária inicia uma nova fase com a construção da ETE do Sapê. Nesta etapa agora, vamos juntar esforços mais uma vez entre as iniciativas pública e privada e, através do Se Liga, vamos incentivar os moradores a se conectarem à rede coletora. Um trabalho de mobilização comunitária. O principal já conquistamos. Niterói dá exemplo para melhorar a qualidade de vida da cidade. Com isso também promovemos a saúde e o meio ambiente, além da economia.” disse Rodrigo Neves.

A previsão é que, com as ETEs do Sapê e do Badu, a cidade chegue a 100% de esgoto tratado. Também estiveram presentes na inauguração a secretária de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa, o secretário de Participação Social, Anderson Pipico, além de representantes da Câmara de Vereadores, da Administração Regional de Maria Paula e da Associação de Moradores.

Fonte: O Fluminense






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.