terça-feira, 15 de março de 2016

Torben/Madalena e Lars/Samuca disputaram a Bacardi Cup 2016


 





Texto: Lars Grael


Terminou neste domingo a 89ª edição da Bacardi Cup da Classe Star.
Um dos mais tradicionais e importantes torneios da Vela Internacional, começou a ser disputado em 1927 em Havana / Cuba e desde a revolução cubana, o troféu transferiu sua disputa para Miami / EUA.

Para a classe Star, é considerado o mais importante competição após o título mundial.

Os únicos brasileiros a conquistarem o título, foram o paulista Joerg Bruder nos anos 70 como proeiro do norte-americano Dingo Schoonmaker e posteriormente Vince Brun representando os EUA.

Em 2013 em dupla com Marco Lagoa, batemos na trave na conquista do Vice-Título vencido pelo Norte-Americano Mark Mendelblatt. Em 2014 e 2015 obtivemos o inédito Bi-Campeonato em dupla com Samuel Gonçalves.

Neste ano, tivemos bom desempenho no vice-título da Walker Cup, evento com 42 barcos vencido pelo lendário velejador americano Paul Cayard neste evento preparatório e que ainda fechou o Star Winter Series na Flórida.

Já na Bacardi Cup, tivemos nosso desempenho abaixo do esperado após a disputa das 6 regatas realizadas com ventos bem fortes. A condição de vento não era ideal para nossas características e nunca tivemos a melhor velocidade nas pernas de contra-vento com nosso Star “Renata”. A falta de ritmo de competições em 2016 e ainda uma largada queimada na 4ª regata, arruinaram nossas chances. Terminamos na modesta 11ª colocação entre 71 barcos de 13 países.

A melhor colocação brasileira se deu por Bruno Prada na 3ª colocação como proeiro do americano Augie Diaz. Melhor barco brasileiro, foi o novíssimo “Vida Bandida” do meu irmão Torben e seu proeiro Guilherme Almeida. Terminaram na 5ª colocação apesar do mastro quebrado na 1ª das 6 regatas da competição.

Vitória da dupla alemã formada por Robert Stanjek e Frithoff Klein, campeões mundiais de 2014.

Destaque ainda para a dupla brasiliense Admar Gonzaga e Alexandre Freitas na 24ª colocação na competição que reuniu 7 campeões mundiais e ainda outros 7 campeões continentais.

A dupla Dino Pascolato e Henry Boennig desstiram da competição por questões médicas que afetaram o tradicional velejador brasileiro.

O Brasil ainda esteve presente com a dupla brasiliense de Fred Viegas e Renato (Tinha) Moura.

Próximo grande desafio será o Campeonato Mundial que será realizado no Coral Reef Yacht Club de 09 a 17 de Abril em Miami.

Teremos a dura tarefa de tentarmos defender o título e buscaremos melhor preparação para tamanho desafio.

Entre os brasileiros, forte esperança com a dupla Marcelo Fuchs e Ronald Seifert atuais Vice Campeões Mundiais e 4º colocados em 2014, além de Torben Grael (Bicampeão olímpico e campeão mundial de 1990 na Star) e Guilherme Almeida.

Lars Grael e Samuel Gonçalves são patrocinados pela LIGHT e sob a Lei de Incentivo do Esporte do Governo do Estado do RJ.

Fonte: Rio Yacht Club (Sailing)






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.