terça-feira, 15 de março de 2016

GESTÃO DE RESÍDUOS EM NITERÓI - PILHAS E BATERIAS: Descarte suas pilhas sem impactar o ambiente



 
Você sabia que o descarte incorreto das pilhas pode contaminar o solo por cerca de 50 anos, além de causar danos à saúde humana? Elas possuem em sua composição metais pesados, como cadmo, chumbo, zinco e mercúrio que são extremamente nocivos ao meio ambiente.
 
A partir desta semana, os moradores da cidade contarão com mais opções para descartar corretamente as pilhas usadas. Por meio de uma parceria entre a Ampla e a Companhia de Limpeza de Niterói - CLIN, todos os cinco ecopontos da cidade serão também pontos de coleta de pilhas. A entrega também pode ser feita na sede da CLIN. A iniciativa garante o descarte ambientalmente correto das pilhas, sem danos ao meio ambiente.
 
A entrega de pilhas usadas poderá ser feita nos seguintes pontos de entrega voluntária:
 
  • Engenhoca- Rua João Brasil, s/nº, em frente à Policlínica.
  • Icaraí- Rua Irineu Marinho, nº 466, esquina com Avenida Ary Parreiras
  • Largo da Batalha- Rua Leonor da Glória, s/nº
  • Cafubá- Avenida Raul de Oliveira Rodrigues, s/nº
  • Itaipu- Rua O, s/n, ao lado da estação de tratamento de esgoto
  • Sede da CLIN- Rua Indígena, 72, São Lourenço.

Fonte: Prefeitura de Niterói



------------------------------------------------------



Parceria entre Ampla e CLIN receberá pilhas usadas em Niterói  

Iniciativa contribui para o descarte ambientalmente correto do material


11/03/2016 - Os moradores de Niterói já contam com mais opções para descartar corretamente pilhas usadas. Por meio de uma parceria entre a Ampla e a Companhia de Limpeza de Niterói (CLIN), todos os cinco ecopontos de recebimento de resíduos da cidade passaram a funcionar, esta semana, também como pontos de coleta de pilhas. A entrega pode ser feita ainda na sede da CLIN.

A iniciativa garante o descarte ambientalmente correto das pilhas, sem danos ao meio ambiente.

Anualmente no Brasil, são produzidas aproximadamente 800 milhões de pilhas comuns, que contêm em sua composição metais pesados, como cádmio, chumbo, zinco e mercúrio. Por serem extremamente nocivas ao meio ambiente, o descarte incorreto das pilhas pode contaminar o solo por cerca de 50 anos, além de causar danos à saúde humana.

"Anualmente no Brasil, são produzidas aproximadamente 800 milhões de pilhas comuns, que contêm em sua composição metais pesados, como cádmio, chumbo, zinco e mercúrio".


“Quando estas pilhas são descartadas irregularmente junto com o lixo comum, elas podem amassar ou estourar, e o líquido que sai de dentro delas é extremamente tóxico para a nossa saúde e para o meio ambiente. Por isso abrimos este espaço em nossos ecopontos para receber este material. Esperamos poder contar com a participação da população”, destaca Antonio Lourosa, presidente da CLIN.

A entrega de pilhas e baterias usadas poderá ser feita nos pontos de entrega voluntária localizados na Engenhoca (Rua João Brasil, s/nº, em frente à Policlínica); em Icaraí (Rua Irineu Marinho, nº 466, esquina com Avenida Ary Parreiras); no Largo da Batalha (Rua Leonor da Glória, s/nº); no Cafubá (Avenida Raul de Oliveira Rodrigues , s/n); e em Itaipu (Rua O, s/nº, ao lado da estação de tratamento de esgoto). A sede da CLIN (Rua Indígena, 72, São Lourenço) também receberá as pilha

Fonte: Prefeitura de Niterói 







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.