segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Operação da Polícia Ambiental resgatam 59 pássaros silvestres em Maricá



Ação da Polícia Ambiental apreende aves silvestres. Foto: Divulgação


Os animais estavam em cativeiros no distrito de Itaipuaçu

O Comando de Policiamento Ambiental (CPAm), em operação, apreendeu 59 pássaros no distrito de Itaipuaçu, em Maricá, na manhã deste domingo (4). A ação, denominada "Operação Fauna Livre", durou cerca de cinco horas, tendo início por volta das 7h. Em atendimento a denúncia e diversos estudos realizados, os agentes revistaram mais de 20 casas do município. Um homem foi apreendido mantendo animais em cativeiro sem a documentação necessária.

De acordo com o chefe do Parque Estadual da Serra da Tiririca, Jhonatan Ferrarez, todo o trabalho para que a operação ocorresse foi longo e de muito estudo até chegar aos infratores.

"Fizemos um levantamento grande para buscar esses locais e encontrar essas aves, precisávamos saber onde estaria esse número de animais. Buscamos de casa em casa, mais de 20 abordadas, e encontramos alguns sem a documentação necessária para ter os animais. Um foi apreendido por ser caçador, pois em sua casa encontramos diversos artefatos para a caça. Fomos certos, estudamos e executamos a operação", explicou.

Entre os animais apreendidos, estavam quatro coleiros, três trinca-ferros e dois canários. Dos 59 apreendidos, cerca de 45 já foram devolvidos de volta a natureza, pois os demais ficaram no parque para avaliação.

Segundo Felipe Queiroz, coordenador de pesquisa e manejo de ecossistemas do CPAm, a intenção da operação era mais educacional.

"Nossa intenção é divulgar o trabalho e firmar posição. Esse tipo de operação vai aumentar mais e mais, queremos dar um choque de ordem na situação, para o tráfico de animais e a criação em cativeiro precisa acabar", completa.

O comandante da 6ª Unidade de Polícia Ambiental, Luiz Fernando Silva dos Santos, relatou a importância em aplicar e fazer valer a Lei de Crimes Ambientais 9605/98 sanções penais do artigo 29, além da Lei Estadual 3467/00 sanções administrativas (multa): "Foi super importante essa operação, por ter um caráter educativo e mostrar que o animal silvestre tem que estar no seu habitat natural. Com isso, fazer valer a legislação", concluiu.

O caso foi registrado na 82ª DP (Maricá).

Fonte: O Fluminense







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.