domingo, 4 de setembro de 2016

PORTAIS DE SEGURANÇA: Mais reforço para a segurança em Niterói



Na Ponte Rio-Niterói, o primeiro portal de segurança a ser implantado já está com as câmeras posicionadas: são doze equipamentos, quatro em direção ao Rio e oito no sentido Niterói, que têm capacidade para ler placas de veículos. Foto: Divulgação


Câmeras de monitoramento já estão instaladas na Ponte Rio-Niterói. Próximo portal será em Maria Paula

A Prefeitura de Niterói prepara a implantação de sete portais de segurança nas entradas da cidade que vão ter câmeras capazes de ler placas de veículos e identificar, com auxílio de dados fornecidos pela Polícia Civil, carros roubados que saem e entram no município e, com isso, acionar rapidamente os órgãos de segurança, como a Polícia Militar.

Além da Ponte Rio-Niterói, os portais serão implantados também Rua Doutor March, no Barreto, na Estrada Caetano Monteiro, em Maria Paula, na RJ-106, em Várzea das Moças, na estrada que liga Itaipu a Itaipuaçu, na Avenida Professor João Brasil, em Venda da Cruz, na Alameda São Boaventura, no Fonseca, vias que fazem divisa com outros municípios.

Na Ponte, a empresa responsável pela instalação está otimizando o link entre câmeras e o Cisp e só está dependendo da integração com o banco de dados da Polícia Civil para começar a funcionar, o que deve acontecer nas próximas semanas. Assim que implantado, vão começar os procedimentos para a instalação do portal em Maria Paula e, em seguida, dos outros.

Ao todo, esses portais de segurança contarão com 36 câmeras. Só na Ponte serão 12, sendo quatro em direção ao Rio e oito no sentido Niterói. Os demais portais terão quatro cada um, segundo a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop).


O Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) foi criado pela Prefeitura de Niterói para integrar as forças de segurança. Fotos de Andre Redlich (arquivo).

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, afirmou que o município está dando mais um passo histórico na integração com as forças de segurança.

“Apesar atribuição constitucional do governo do Estado, vamos continuar cobrando e cooperando com forças de segurança pública em Niterói. Com esses portais, estamos dando um passo histórico e consistente nas ações integradas de segurança pública. Nosso projeto de portais do Cisp que vai começar por todas as entradas da Ponte Rio-Niterói possibilitará uma ação em tempo real das forças policiais. Segurança pública se faz com inteligência”, disse.

O secretário de Ordem Pública, Gílson Chagas, destaca a importância da iniciativa: “Nosso objetivo é fazer um verdadeiro cinturão na cidade, fazendo com que as principais entradas e saídas sejam monitoradas. Como as câmeras são capazes de identificar as placas dos carros, a gente espera diminuir significativamente o número de veículos roubados na cidade, pois, com o convênio assinado entre a prefeitura e a Polícia Civil, teremos a capacidade de, em tempo real, confrontar as informações do banco de dados com as leituras das câmeras. E, caso algum veículo registrado como roubado seja detectado no sistema, o Centro Integrado de Segurança Pública acionará as forças de Segurança Pública estaduais e federais para que o veículo seja abordado”, declarou.

O comandante do 12º BPM, coronel Fernando Salema, disse que a medida é muito benéfica. “Essa integração que a Prefeitura está propondo com os órgãos de segurança estaduais é muito importante. Será uma forma acelerada de se descobrir o delito e o policial que está na rua agir com maior eficiência”, frisou.

Inaugurado em agosto de 2015, o Cisp conta com 371 dispositivos de monitoramento em todos os bairros. O investimento nos novos portais será de R$ 4 milhões, que contemplam também a instalação de mais 50 câmeras. Desse montante, R$ 3,3 milhões são provenientes de emenda parlamentar do deputado federal Sérgio Zveiter.

Fonte: O Fluminense







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.