quarta-feira, 28 de setembro de 2016

TRANSOCEÂNICA - Teste com ônibus no túnel Charitas-Cafubá


A travessia ocorreu na galeria Luís Antônio Pimentel (sentido Charitas) e, durante o percurso de 1,3 km, técnicos trabalhavam para finalizar a obra de mobilidade, que será entregue ainda esse ano. Foto: Lucas Benevides


Giovanni Mourão

Dimensões de galerias foram consideradas bastante adequadas para o sistema BHS

Foi realizada nesta terça-feira (27) às 15h, a primeira travessia de ônibus no túnel Charitas-Cafubá. A passagem ocorreu na pista do BHS (Bus with High Level of Service) da galeria Luís Antônio Pimentel (sentido Charitas) e não apresentou problemas. Durante o percurso de 1,3km, técnicos trabalhavam nos retoques finais da obra de mobilidade mais esperada da história de Niterói. De acordo com o cronograma, a previsão é que o novo túnel da cidade fique pronto ainda este ano, no dia 22 de novembro.

O vice-prefeito Axel Grael falou sobre a iniciativa que pretende reduzir o tempo de percurso da Região Oceânica para a zona sul da cidade. Foto: Lucas Benevides

 
“Esse túnel é uma solução de mobilidade sincronizada com uma nova concepção de cidade, com ênfase no transporte coletivo. Com a Transoceânica, temos como meta reduzir em pelo menos 20% o número de deslocamentos por automóveis. Uma forma de dar conforto e velocidade ao sistema é reduzir ao máximo as conexões”, explicou o vice-prefeito Axel Grael, durante a visitação.

A implantação do túnel Charitas-Cafubá é aguardada pela população niteroiense desde a década de 40. A novidade contará com um sistema de ventilação e de monitoramento por câmeras, além de iluminação especial.

As duas galerias do túnel também contarão com ciclovias, que diminuirão o tempo entre a Zona Sul e a Região Oceânica, para os adeptos da bicicleta. O espaço será cercado por uma proteção feita com metal e vidro e possuirá ventilação própria.

O vice-prefeito também destacou a mudança ecológica que a nova obra traz.

“A concepção é a sustentável. Ao tirarmos carros da rua, reduzimos a emissão de gases do efeito estufa, além de amenizar os engarrafamentos. Temos uma rede de monitoramento de qualidade do ar que está sendo colocada ao longo de toda TransOceânica, um embrião que atenderá futuramente à cidade toda. Também estamos replantando mais de mil árvores na área de influência da TransOceânica”, concluiu Axel.

As duas galerias do túnel, Luís Antônio Pimentel e João Sampaio, terão duas faixas para veículos, uma para o BHS e uma ciclovia. A obra faz parte da TransOceânica, que possuirá mais de 9km de extensão, atendendo a 11 bairros da Região Oceânica e transportando cerca de 80 mil pessoas por dia.

A previsão é que os ônibus façam em 25 minutos o trajeto do Engenho do Mato até Charitas, passando por 13 estações e se integrando à estação de barcas de Charitas. Atualmente, o percurso é feito em mais de uma hora.

Fonte: O Fluminense







10 comentários:

  1. Bom dia! A matéria diz que o sistema viário se integrará "à estação de barcas de Charitas". Hoje em Charitas há apenas uma estação do catamarã, que, ao meu ver, não atenderá o usuário médio dos ônibus devido ao preço elevado da passagem. Há previsão de um sistema de barcas com custo mais baixo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Prefeitura já obteve do Governo do Estado do RJ uma manifestação formal de que a tarifa será revista.

      Excluir
  2. Muito legal Axel, vocês estão fazendo um ótimo trabalho pela cidade! Um trabalho nunca visto!!

    ResponderExcluir
  3. Embora causando transtornos para o trânsito. a obra é bem vinda porque vai beneficiar muito a RO. Que outras obras acompanhem essa!

    ResponderExcluir
  4. Sr. Axel Grael, achamos que de fato esse túnel é muito importante e necessário para nossa região mas é inconcebível que em pleno 2016/2017 ainda tenhamos ruas em Itaipu sem asfalto. Eu como morador da região tenho vergonha de chamar pessoas em minha casa e elas pisarem em lama. Pedimos encarecidamente que pesem o quanto é péssimo para nós moradores não termos asfalto em nossas ruas, principalmente numa cidade da importância de Niterói.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marinelson. Chegaremos lá. Já fizemos toda Piratininga, Bairro Peixoto e agora estamos trabalhando na Romanda Gonçalves, Cafubá, Fazendinha e outras áreas. Chegaremos à sua rua.

      Excluir
    2. Em primeiro lugar, obrigado pela resposta. Não tome o meu questionamento como um tom de critica, longe disso, até porque essa herança é antiga e sei que esse ultimo governo tem feito mais pela região que todos os últimos 4 governos passados. É uma região maravilhosa e que muitas cidades no Brasil gostariam de ter-la para administrar por sua beleza natural. Moro em Itaipu a mais de 16 anos e espero ansiosamente por esse momento.

      Excluir
    3. Marinelson. Em primeiro lugar, não considerei a sua mensagem em tom de crítica. E fique a vontade para postar o que vc quiser, mesmo que sejam críticas. Um abraço. Axel

      Excluir
    4. Obrigado Sr Axel Grael. O seu trabalho e de sua família em Niterói merece o nosso respeito. Um forte abraço, Marinelson.

      Excluir

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.