quinta-feira, 23 de junho de 2016

Prefeitura de Niterói inicia replantio de encosta no Ingá





Seconser coordenou ação, que teve participação de moradores da comunidade do Palácio. Caju, pitanga, acerola, cajá, manga, aroeira, paineira e baba de boi foram as espécies plantadas

Mais de mil mudas de árvores frutíferas e de espécies nativas começaram a ser plantadas nesta quinta-feira (23) na encosta da comunidade do Palácio, no Ingá, Zona Sul da Niterói. Entre as espécies plantadas estão caju, pitanga, acerola, cajá, manga, aroeiras, paineiras e baba de boi.

Coordenada pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconser), a ação contou com a ajuda de crianças que participam dos projetos desenvolvidos pela Plataforma Urbana Digital MACquinho. Além de colocarem as mãos na terra, eles foram orientados por biólogos, que falaram da importância de preservar as áreas verdes da cidade.

“Essas crianças são moradores da comunidade e a própria população local será a maior responsável pelo cultivo dessas árvores. Ajudando a manter seu crescimento, eles podem levar essa ideia de sustentabilidade adiante, utilizando os frutos para plantarem mudas em suas casas", comentou Alexandre Moraes, biólogo da Seconser.

O replantio da encosta é uma das ações da Prefeitura de Niterói para evitar ocupações irregulares e incentivar o reflorestamento, estimulando moradores a buscarem formas mais sustentáveis para o município. A ação é uma parceria da Seconser com a Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade, e do Grupo Executivo para o Crescimento Ordenado e Preservação das Áreas Verdes.

"O plantio de árvores frutíferas visa o resgate de aves que se alimentam das frutas, ajudando a equilibrar a fauna. Além disso, como estamos desde a semana passada capinando e roçando a encosta, liberamos o acesso ao local e, assim, os próprios moradores do entorno poderão usufruir dos frutos gerados pelas árvores", comentou a secretária de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa.

Fonte: Prefeitura de Niterói








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.