segunda-feira, 13 de junho de 2016

O LENDÁRIO "ENDEAVOUR" DE COOK - Arqueólogos encontram navio que deu volta ao mundo há 250 anos



Uma réplica da Endavour, construída na Austrália - Australian National Maritime Museum



Embarcação do capitão Cook foi descoberta no Atlântico Norte, perto dos EUA


RIO - Os restos da embarcação usada pelo lendário capitão britânico James Cook para completar a perigosa volta ao mundo no século XVIII foram encontrados no fundo do mar do Atlântico Norte, perto do estado de Rhode Island, na costa Nordeste dos Estados Unidos, dizem arqueólogos.

Cook foi um explorador e oficial da Marinha Real britânica. Em 1768, assumiu o comando da HMS Endeavour, navio no qual daria a volta ao mundo, explorando partes desconhecidas pelos europeus no Oceano Pacífico.

A viagem durou quase três meses. Até voltar ao Reino Unido, em 1771, Cook estabeleceu o primeiro contato com a costa leste da Austrália, fez a primeira visita à Nova Zelândia, descobriu inúmeras ilhas no Pacífico e visitou o Taiti, onde fez uma das melhores medições do trânsito de Vênus entre a Terra e o Sol, usada para calcular a distância entre a Terra e sua estrela.

Cook ainda faria mais duas viagens para explorar o Pacífico, morrendo 1779 ao entrar em conflito com nativos do Havaí. Entretanto, o destino final do navio era um mistério.

Historiadores já sabiam que, logo após voltar, a embarcação havia sido convertida num transporte da marinha, fazendo a ligação entre o Reino Unido e a colônia nas ilhas Malvinas: tinha ficado tão danificado na viagem de exploração que mesmo após reparos só pode assumir esse serviço de apoio.

O Endeavour fez três viagens de ida e volta até as Malvinas, até que foi vendida a um empresário, J. Mather, por £ 645 (cerca de £ 80 mil, ou R$ 411 mil) em 1175. Ele tentou revender ou alugar de volta o navio para a Marinha durante a Guerra da Independência dos EUA, mas o almirantado não aceitou. Entretanto, em 2007, pesquisadores do Projeto de Arqueologia Marinha de Rhode Island (Rimap, na sigla em inglês) descobriram que Mather enganou o governo.

O magnata dos transportes vendeu outro navio para transporte à Marinha, o Lord Sandwich. Porém, a nova embarcação era apenas o Endeavour, rebatizado para enganar a burocracia da Marinha. Descobrindo isso, sabiam onde o navio estava: muito danificado, foi afundado de propósito na costa de Rhode Island em 1778, durante um bloqueio naval da costa americana.

Após quase nove anos de buscas, os pesquisadores do Rimap acreditam que encontraram os restos do navio, entre "80% e 100% intactos" na costa do estado, junto a outras quatro navios afundados. Eles estão agora reunindo recursos para investigar as embarcações afundadas.
Fonte: O Globo





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.