terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Vazamento na prainha de Itacoatiara não é "língua de esgoto"


COMENTÁRIO AXEL GRAEL:

Atendendo a uma determinação do prefeito Rodrigo Neves, estive hoje, por volta de 14:30, vistoriando a praia de Itacoatiara, para verificar denúncia que haveria uma "língua de esgoto" na Prainha. Fui acompanhado pelo secretário municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade (SMARHS) Eurico Toledo, pelo administrador regional da Região Oceânica Carlos Boechat, e com técnicos da SMARHS e de Águas de Niterói,
A mesma preocupação já havia surgido na sexta-feira antes do Carnaval. Naquela ocasião, os técnicos que estiveram no local constataram um vazamento de água potável (Águas de Niterói) e uma casa que teria esvaziado a piscina, lançando as águas na rede de águas pluviais. Providências foram tomadas para o reparo do vazamento de água e foi feito contato com o proprietário da casa da piscina.

Hoje, após novas denúncias, estive pessoalmente orientando os trabalhos de mais uma inspeção. Abrimos as caixas de inspeção das rede de esgoto e a rede de águas pluviais e verificamos que a conexão das residências à rede de esgoto estavam regulares (veja as fotos abaixo).

Constatamos que, de fato, havia um curso d'água na faixa de areia, proveniente da rede de águas pluviais. No entanto, não encontramos qualquer sinal da presença de esgoto na rede de águas pluviais ou odor, seja nas caixas de inspeção da galeria ou no escoamento na faixa de areia. Não havia sinal de gordura, espuma ou qualquer outro sinal de contaminação.

Apesar da forte chuva do dia anterior, não havia escoamento significativo pela rede de drenagem (águas pluviais), embora as marcas na areia indicam que houve anteriormente uma vazão mais forte, causada certamente pelas chuvas da véspera. Portanto, o sistema de drenagem e de esgotamento sanitário do local estava operando de forma normal.

Com o fim das chuvas e os reparos já realizados, o escoamento na praia deverá cessar, mas poderá voltar nas próximas chuvas fortes. A Prefeitura vai estudar uma solução para evitar que as águas pluviais continuem a escoar para a faixa de areia no futuro.

A conclusão dos técnicos é que não havia sinal de esgoto nas águas que escorrem na praia, mas, ainda assim, recomendamos que a população evite o contato direto com aquela água.


Axel Grael
Vice-Prefeito
Niterói




------------------------------------------------------


Vazamento na prainha de Itacoatiara não é "língua de esgoto"


Inspecionando a rede de águas pluviais. Foto Alexandre Vieira.
 
Inspecionando a rede de esgoto. Foto Alexandre Vieira.
 
Verificando a conexão das residências à rede de esgoto. Não foram encontrado sinais de esgoto nas águas pluviais. Foto Alexandre Vieira.

Fiscal da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade (SMARHS) inspeciona o percurso percorrido pela água. Foto Alexandre Vieira.

Chegada da água à faixa de areia. Foto Alexandre Vieira.

Da esquerda para a direita, Eurico Toledo (secretário da SMARHS), Halphy Rodrigues (Águas de Niterói), vice-prefeito Axel Grael e Carlos Boechat (administrador regional da Região Oceânica). Foto Alexandre Vieira.

Retornando da inspeção na prainha de Itacoatiaca. Ao fundo vê-se o percurso da água pela areia. Foto Alexandre Vieira.
 


Vice-prefeito vistoriou o local e constatou que a água que está vazando é da rede pluvial e que não há mistura de esgoto no líquido

16/02/2016 - O vice-prefeito de Niterói, Axel Grael, vistoriou na tarde desta terça-feira (16.2) um vazamento localizado na prainha de Itacoatiara, na Região Oceânica. Acompanhado de técnicos da concessionária Águas de Niterói e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Grael verificou que a água que está escoando pela areia não é esgoto. Também não foi constatada mistura de esgoto na rede de águas pluviais. 

“Ficou evidente que as águas derramadas não são de esgoto, pela ausência de odor característico. A água está limpa. Portanto não há nenhum risco para os banhistas, nem de poluição da praia. Não há língua negra em Itacoatiara”, afirmou o vice-prefeito.

Axel Grael vistoriou as redes de esgoto e pluvial, que não apresentaram qualquer problema de conexão. A rede de esgoto está limpa e em funcionamento normal. “De qualquer maneira, vamos verificar porque o vazamento está ocorrendo em dias seguidos”, disse.

O vice-prefeito destacou que, na semana passada, a origem do escoamento foi determinada como proveniente de vazamento da rede de distribuição de água, que foi reparado pela Águas de Niterói. Por sua vez, a concessionária está examinando a rede para verificar se ainda há outros pontos de vazamento da rede que estejam extravasando para as galerias de águas pluviais, tendo em vista que ainda há um fluxo de água mesmo após o conserto do vazamento encontrado.

Também participaram da vistoria o secretário municipal de Meio Ambiente, Eurico Toledo, e o administrador regional da Região Oceânica, Carlos Boechat.

Fonte: Prefeitura de Niterói






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.