quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Martine e Kahena tentam retomar título mundial da 49er FX na Flórida



Prata ano passado, brasileiras buscam novo título. Marco Grael e Gabriel Borges, na 49er, e Samuel Albercht e Isabel Swan, na Nacra 17, também competem em mundiais

Três duplas da vela brasileira que estarão nos Jogos Olímpicos do Rio começam nesta terça-feira a disputa pelos mundiais de suas respectivas classes, em Clearwater, na Flórida, Estados Unidos. Favoritas ao pódio, Martine Grael e Kahena Kuzne tentam retomar o título perdido da 49er FX no ano passado, na Argentina, quando ficaram com a prata. Marco Grael e Gabriel Borges, na 49er, e Samuel Albrecht e Isabel Swan, pela Nacra 17, também competem em águas americanas. A fase de classificação das competições vai até sábado, e no domingo serão disputadas as regata da medalha, entre os dez primeiros.

Martine Grael e Kahena Kunze tentam segundo título mundial após prata em 2015 (Foto: Pedro Martinez - Sailing Energy)

Campeãs mundiais em 2014 e vices em 2013 e no ano passado, Martine e Kahena terão como principais adversárias as atuais campeãs, as italianas Giulia Conti e Francesca Clapchich, e as neozelandesas Alex Maloney e Molly Meech, vencedoras no primeiro Mundial da classe, em 2013, e da etapa de Miami da Copa do Mundo, no mês passado. Nesta competição, as brasileiras chegaram em quinto. Os ventos fortes trarão uma condição diferente.

- Faz tempo que não treinamos em vento forte. Por isso que chegamos uns dias antes, para treinar nessas condições. Ajustando o barco e com uma boa cabeça, estaremos prontas para dar o nosso melhor. Vai ser uma semana boa para aprendizados. Nessa reta final para os Jogos Olímpicos estamos sempre buscando aquele algo a mais que vai fazer a diferença - disse Kahena.

Marco Grael e Gabriel Borges competem sem a pressão da disputa pela vaga brasileira nos Jogos Olímpicos, como aconteceu no Mundial do ano passado, em novembro, na Argentina, quando eles travaram um duelo com Dante Bianchi e Thomas Lowbeer. Por causa das Olimpíadas a competição foi antecipada, com um espaço de menos de três meses entre as duas. Os favoritos são os atuais bicampeões Peter Burling e Blair Tuke, na Nova Zelândia.


Samuel Albrecht e Isabel Swan disputam primeiro mundial de Nacra 17 (Foto: Fred Hoffmann/CBVela)

Na Nacra 17, Samuel e Isabel disputam juntos o Mundial pela primeira vez. Em 2015, a dupla não participou, pois a parceria tinha sido formada próxima da competição.

- Estamos num caminho de aprendizado e desenvolvimento das regulagens do barco. Nosso objetivo no Mundial é aumentar o nosso entrosamento e desenvolver a velocidade do barco disse Isabel.

A classe ainda terá a participação de outra dupla brasileira: João Bulhões e Gabriela Nicolino, que disputaram a vaga para o Rio 2016 com Samuel e Isabel. Os favoritos ao título são os franceses Billy Besson e Marie Riou, bicampeões da Nacra.

Fonte: Globo Esporte






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.