terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Eurico Toledo chega à Secretaria de Meio Ambiente pregando alinhamento e responsabilidade






02/02/2016 - Uma solenidade no auditório principal da sede da Prefeitura durante a manhã desta terça-feira (02) deu início a um novo ciclo na Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade. O ambientalista Eurico Toledo é o novo responsável pela pasta, substituindo Tiago Loback, que estava à frente da pasta desde abril do ano passado. O discurso de posse do novo secretário foi marcado pelo defesa do alinhamento das estratégias da gestão pública com as responsabilidades ambientais.

Além do novo secretário e do seu antecessor, a cerimônia contou com a presença do prefeito, do vice Axel Grael, do vereador e ex-secretário municipal de Meio Ambiente Daniel Marques, do presidente da Associação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (AMPERJ), Luciano Matos, do procurador da Justiça Sávio Bittencourt e de Pedro Paulo Cariello, representando a Defensoria Pública do Estado do Rio.

"Quero agradecer ao prefeito pela confiança no meu trabalho, ao Axel e a todos os outros que fizeram parte dessa realização. A partir deste momento, cria-se um mosaico que me potencializa para o desafio que tenho pela frente. Encontro um governo de gestão, com indicadores, plano de metas e ações. Compromissos com Conselho do Meio Ambiente, Agenda 21 e com ecologia urbana. O meio ambiente não é, nunca foi e nunca será um entrave para o desenvolvimento. Mas que haja desenvolvimento com responsabilidade", declarou o novo secretário.

Em sintonia com o raciocínio de Eurico, o prefeito ressaltou as políticas ecológicas que são desenvolvidas em Niterói e o desafio de unir progresso e responsabilidade ambiental na gestão pública.

"Em uma cidade completamente urbana, como Niterói, é preciso haver sinergia com a agenda ambiental. E, para a cidade se desenvolver, gerando empregos e atraindo investimentos, sobretudo neste momento de crise, é necessário que haja respeito com o ambiente. Planejamento e sustentabilidade têm tudo a ver, mas em nenhum momento comprometendo as atuais e futuras gerações”, ressaltou o prefeito, que completou:

"A questão ambiental não é exclusiva de uma pasta, de um secretário ou do prefeito, é assunto de todo o governo da cidade de Niterói. Não é à toa que promovemos o primeiro concurso para a área ambiental. O Fundo do Meio Ambiente tem recursos assegurados. Niterói hoje tem uma lei de proteção animal, aprovada na Câmara Municipal. Amanhã o coronel Gilson Chagas assume o Grupo Executivo para Crescimento Ordenado e Preservação das Áreas Verdes, que busca impedir esse processo de favelização que explodiu nos últimos 25 anos. Também não posso me esquecer do balanço do ICMS Verde, que premia as cidades com as melhores políticas ambientais: dos 92 municípios do Rio de Janeiro, o único que avançou foi Niterói, chegando ao oitavo lugar. Queremos estar entre as três melhores", finalizou.

Formado em Filosofia e Direito, com especialização em Direito Social, Eurico, de 46 anos, possui uma carreira pautada pela luta ambiental, sendo dirigente nacional e, desde 2001, presidente municipal do Partido Verde (PV). O ambientalista também foi responsável por representar o partido na Conferência do Clima Paris 2015, promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Fonte: Prefeitura de Niterói








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.