quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

A favor de crianças e adolescentes Prefeitura de Niterói lança campanha Leão Solidário


A campanha "Leão Solidário" é destinada a arrecadação para programas voltados para a defesa dos direitos da criança e do adolescente, projetos de esporte, lazer, cultura e cidadania. Os recursos serão obtidos pela dedução de até 3% do imposto de renda devido.


02/02/2016 - A Prefeitura de Niterói, através da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos de Niterói (SASDH), lançou hoje a campanha Leão Solidário. O objetivo é nobre: arrecadar recursos destinados ao Fundo para a Infância e Adolescência – FIA, para a aplicação em programas voltados para a defesa dos direitos da criança e do adolescente, além de projetos de esporte, lazer, cultura e cidadania. Os valores serão obtidos por meio da dedução de 3% do Imposto de Renda devido e depositados em uma conta do Banco do Brasil.

A campanha é fruto da parceria entre a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos de Niterói (SASDH) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), e conta também com a participação de outros órgãos do governo municipal, como as secretarias Executiva, de Fazenda, de Educação e de Esportes e Lazer.

“Para realizar um conjunto de políticas públicas para as crianças e adolescentes, é preciso ter recursos, precisamos garantir recursos para essas ações. Por isso, esta campanha é tão importante. E, este ano, a gente precisa que a campanha seja ainda mais forte. Estamos sensibilizando junto ao poder público, aos órgãos governamentais e precisamos avançar ainda mais, queremos ainda sensibilizar as empresas. Espero que todos que estão aqui hoje possam ser multiplicadores desta campanha, para provocar na sociedade o comprometimento daqueles que podem contribuir”, disse Verônica Lima, secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos.

“Nossa ideia é aumentar o fluxo de arrecadação, para que a gente possa aumentar cada vez mais os projetos para a criança e o adolescente de Niterói. É preciso ter consciência da importância desses fundos para o controle social e saber que parte do seu imposto está sendo dirigida para as crianças. É muito importante deixar claro, que existe uma comissão que vai se reunir e decidir onde esses valores serão aplicados, seguindo algumas regras. Como, por exemplo, uma parte será destinada a projetos que atendam crianças órfãs; uma outra parte, para projetos que apoiem as medidas socioeducativas, como cursos profissionalizantes, que ajudem no resgate do menor que está em ato infracional”, explicou o presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Carlos Alberto Rodrigues.

A secretária Verônica reforçou a questão da transparência da utilização dos recursos. “Todo ano, realizamos a Conferência Municipal da Criança e do Adolescente em Niterói. Não existe aplicação de recursos do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente, sem passar pelo Conselho Municipal da Criança e do Adolescente. Não se gasta nenhum centavo de recursos do Fundo sem que o Conselho analise e aprove. E esse Conselho é eleito na Conferência, de maneira ampla, democrática. Ele é composto por instituições e figuras com longo tempo de serviços prestados a crianças e adolescentes de Niterói”, finalizou ela.

Fonte: Prefeitura de Niterói









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.