sábado, 20 de fevereiro de 2016

ILHA DA BOA VIAGEM - Bem-vindo à Ilha da Boa Viagem


Carla Herzog está pronta para realizar um sonho: há 20 anos morando em Niterói, nunca conseguiu visitar a Ilha
Lucas Benevides

Paula Valviesse

Cartão postal de Niterói recebeu intervenções e contará com visitas guiadas gratuitas

Um importante atrativo turístico de Niterói volta a receber visitantes a partir deste sábado (20). Depois de vários períodos de fechamento nos últimos anos, a Ilha da Boa Viagem, na Zona Sul, passou por melhorias: ponte de acesso foi reformada e ganhou nova iluminação. Com a remodelação, o espaço também passa a operar em novo esquema de funcionamento, podendo ser visitado nos fins de semana e feriados, com acompanhamento de guias e escoteiros.

O vice-prefeito de Niterói, Axel Grael, conta que logo após a cerimônia da reinauguração, neste sábado às 10 h, com a participação do prefeito Rodrigo Neves e seu secretariado, o público já poderá conferir as belezas da Ilha da Boa Viagem.

A princípio, as visitas, gratuitas, poderão ser realizadas em grupos de 30 pessoas por vez, segundo Axel.

“O acesso será por ordem de chegada, nos horários de 9h, 11h, 14h e 16h. Só vamos realizar agendamentos se a demanda for muito maior do que esperamos ter”, explica Grael.

Parceria – Desde 1937, a Ilha da Boa Viagem foi entregue pela Marinha ao 4° Grupo de Escoteiros do Mar Gaviões do Mar para ser um campo-escola e sede do grupo, que até hoje atua na ilha. Nesta nova fase do espaço, os escoteiros assumirão o papel de anfitriões, contando aos visitantes um pouco da história do local e também do escotismo.

“A prefeitura nos fez uma proposta de parceria, na qual alguns jovens do grupo atuariam acompanhando os visitantes. O poder público vai oferecer uma bolsa para os escoteiros que prestarem esse serviço. Será uma ajuda de custo. Anteriormente a gente só fazia esse trabalho uma vez por mês, nos dias de celebração de missa na Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem”, contou André Torricelli, presidente do grupo 4º Grupo Escoteiro do Mar Gaviões do Mar, que reúne 30 jovens entre 7 e 21 anos.

Além das atividades típicas do escotismo, como cursos e acampamentos, os escoteiros ajudam na conservação da ilha.

“Acredito que por causa do o prefeito ter sido escoteiro, e o pai dele também, exista por parte dele uma grande confiança e reconhecimento em relação ao nosso trabalho, e por isso ele esteja priorizando que a gente fique à frente dessa atividade”, afirmou Torricelli.

Reformas – Construída na década de 1970 e após 15 anos interditada pela Defesa Civil, a ponte que liga a ilha ao continente teve a estrutura reformada, os pilares e o piso recuperados e reforço na iluminação com mais de 40 lâmpadas de Led, além de receber tinta especial que dificulta a ação de pichadores, informa a Prefeitura de Niterói.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente será a gestora do espaço e a Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (Seconser) vai cuidar do paisagismo do entorno.

Sobre a igreja e a Ilha propriamente dita, a prefeitura informou que vai fazer um estudo para poder promover melhorias, já que esses locais são tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Para o presidente da Niterói Empresa de Lazer e Turismo(Neltur), José Mauro Haddad, a Ilha é mais um importante equipamento turístico que a cidade volta a oferecer.

“É uma vista maravilhosa, de onde se contempla quase toda a orla da Baía da Guanabara e atrativos do Rio. O visitante terá a opção conhecer duas grandes atrações de épocas distintas: a Ilha da Boa Viagem, com suas belezas naturais e arquitetura secular e o MAC, com sua modernidade”, ressaltou Haddad.

Interesse – Moradora em Niterói há 20 anos, a maquiadora Carla Herzog, de 35, espera a reabertura para visitar o local, um passeio que nunca conseguiu fazer em função dos períodos de interdição.

“Sempre tive curiosidade mas todas vezes que tentei visitar a Ilha ela estava fechada. Quero trazer meus filhos de 4 e 8 anos”, planeja a maquiadora.

Para mais informações, os interessados podem ligar para o Disque-Turismo: 0800-2827755.

Fonte: O Fluminense









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.