segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Exposição "REVELANDO NITERÓI": Cidade revelada em imagens


Exposição de fotografia em P&B retrata pontos históricos e culturais da cidade, além de apresentar o contraste entre as novas construções e o que restou do cotidiano de uma Niterói antiga, mostrada através dos trilhos das linhas de bondes.
Foto: Divulgação


Exposição ‘Revelando Niterói’, de Miguel Regazoni, mostra o município através de diferentes aspectos e fotos

O Museu da Justiça de Niterói está promovendo dois eventos gratuitos para quem deseja conhecer um pouco mais sobre a história da então capital do antigo Estado do Rio de Janeiro, antes da fusão com o Estado da Guanabara, ocorrida em 1975. Uma exposição de fotografia em P&B, do artista Miguel Regazoni, retrata pontos históricos e culturais da cidade, além de apresentar o contraste entre as novas construções e o que restou do cotidiano de uma Niterói antiga, mostrada através dos trilhos das linhas de bondes.

O Museu oferece, ainda, uma visita guiada pelas instalações do museu, iniciada pela Praça da República, que reúne em seu entorno prédios históricos dos poderes Judiciário e Legislativo e de órgãos das secretarias do poder Executivo do estado.

Na exposição não faltam registros como a estátua do índio Arariboia, os prédios da Câmara Municipal e do Museu do Ingá, das igrejas de São Lourenço dos Índios, de Nossa Senhora da Conceição e de São João, da Ilha da Boa Viagem e da Pedra do Índio. Está também retratado o cotidiano de ontem e de hoje da cidade, como a marcação de trilhos dos bondes ao lado dos prédios pichados na Avenida Amaral Peixoto.

Já na visita guiada por profissionais do Museu da Justiça de Niterói, os visitantes poderão conhecer as instalações do Tribunal da Justiça do antigo Estado do Rio de Janeiro antes da fusão, em 1975, com o Estado da Guanabara. Os visitantes passeiam pelo Tribunal do Júri, Tribunal Pleno e pelas salas reformadas, onde poderão conhecer, entre outras curiosidades, a galeria de ex-presidentes e os registros da história da criação de Niterói.

O Museu da Justiça de Niterói fica na Praça da República s/nº, Centro, Rio de Janeiro. De segunda a sexta. De 11h às 18h. Classificação: livre.

Fonte: O Fluminense









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.