terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Estação de Tratamento de Esgoto de Maria Paula é inaugurada e beneficiará cerca de 40 mil pessoas







08/12/2015 - O município de Niterói caminha para se tornar a cidade nº 1 do país em saneamento básico. Na manhã de hoje (08/12), foi inaugurada a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Maria Paula, que beneficiará cerca de 40 mil pessoas de Maria Paula, Matapaca, Vila Progresso e Muriqui.

A obra faz parte do Plano de Investimento de R$ 120 milhões para saneamento ambiental em Niterói, da Águas de Niterói em parceria com a Prefeitura Municipal, que contempla a construção de mais duas ETEs (Badu e Sapê), além da ampliação da estação de Camboinhas.

"Com a inauguração de hoje, já somos a primeira cidade do Estado do Rio de Janeiro em saneamento. Estamos chegando a 96% de cobertura das regiões do município, muito acima da média estadual, que é de 35%. Até 2018, com as ETEs do Sapê e do Badu, teremos 100% de esgoto tratado. Com esse percentual, vamos recuperar nosso grande potencial hídrico dos mares e das lagoas. Junto com o programa Niterói Mais Verde, que está criando 22,5 milhões de metros quadrados de áreas protegidas no município, esse conjunto de ações também refletirá na saúde e economia da população niteroiense", assegurou o prefeito.

A ETE de Maria Paula é a oitava da cidade e a primeira a integrar o sistema de esgotamento sanitário de Pendotiba. A região ainda vai ganhar mais duas estações: Badu, que contemplará os bairros de Badu, Maceió, Largo da Batalha e Cantagalo, e Sapê, que englobará os bairros Santa Bárbara, Sapê e Ititioca. Além disso, a ETE de Camboinhas será duplicada. A nova estação tem capacidade para tratar 60 litros por segundo.

Futuramente, serão construídos outros dois módulos, e a estação poderá tratar até 180l/s. A estação integra um sistema que possui também 25 quilômetros de rede, 10 quilômetros de recalques e 12 elevatórias. Foram investidos R$ 35 milhões nesta etapa da obra. A região ainda vai ganhar mais duas estações: Badu, que contemplará os bairros de Badu, Maceió, Largo da Batalha e Cantagalo, e Sapê, que englobará os bairros Santa Bárbara, Sapê e Ititioca. Além disso, a Estação de Tratamento de Esgoto de Camboinhas será duplicada.

O diretor-presidente da Águas do Brasil, Claudio Abduche, destacou a segurança nos investimentos realizados na cidade e a confiança no trabalho da Prefeitura de Niterói.

“Temos empreendimentos muito positivos em Niterói e segurança no crescimento da cidade e no trabalho da Prefeitura. Tanto que já estamos trabalhando dentro desse processo na complementação da rede, e isso é muito bom. O terreno para a ampliação da ETE de Camboinhas já está comprado e também vamos realizar mudanças na ETE de Jurujuba. Essa parceria entre a concessionária e o governo municipal é muito importante”, concluiu o diretor.

Segundo o diretor da Águas de Niterói, Nelson Gomes, o apoio da Prefeitura é fundamental para os investimentos. O diretor destacou que o próximo passo é auxiliar os moradores a realizar a ligação do seu esgoto ao novo sistema coletor. "No primeiro bimestre de 2016, iniciaremos a orientação junto às residências da região. Queremos auxiliar ao máximo a interligação correta dos imóveis ao sistema coletor para que o esgoto não seja despejado nos rios e canais da cidade e para que não haja a necessidade de posterior fiscalização. Temos uma ótima parceria com o INEA e com as secretarias de Meio Ambiente estadual e municipal, através do projeto Se Liga, para combater o esgoto clandestino", explicou Gomes.

O projeto também foi citado pelo vice-prefeito Axel Grael, que ressaltou os resultados positivos na atuação na Região Oceânica. Segundo Axel, Niterói serve de modelo de saneamento, e esses investimentos irão se refletir diretamente na saúde da população.

"Implantamos redes de coleta e estamos construindo redes de tratamento. Nosso diferencial é que também agregamos tecnologia ao esforço de tratamento. Somando essas medidas ao Projeto Se Liga, teremos cada vez mais uma resposta maior e que refletirá na saúde dos moradores de Niterói" afirmou Grael. Também estiveram presentes na inauguração a secretária de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa, o secretário Municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade, Tiago Loback, além de representantes da Câmara dos Vereadores, da Administração Regional de Maria Paula e da Associação de Moradores local.

Fonte: Prefeitura de Niterói



---------------------------------------


LEIA TAMBÉM:

NITERÓI RUMO À UNIVERSALIZAÇÃO DO SANEAMENTO - Estação de Tratamento de Esgoto de Maria Paula será inaugurada dia 8
INFRAESTRUTURA AVANÇA EM NITERÓI - Prefeitura realiza simultaneamente 18 obras por diversos bairros de Niterói

Saneamento em Niterói

NITEROI AVANÇA PARA UNIVERSALIZAÇÃO DO SANEAMENTO: Visita às obras da ETE Maria Paula
NITERÓI AVANÇA PARA SEXTO LUGAR NO RANKING NACIONAL DO SANEAMENTO
REGIÃO METROPOLITANA DO RIO: Niterói e Baixada contrastam em mapa da desigualdade no Rio
ECOCULTURAL - PARCERIA ENTRE A PREFEITURA DE NITERÓI E O INEA: Projeto em Niterói conscientiza sobre descarte de lixo
NITERÓI É DESTAQUE EM SANEAMENTO
Niterói é destaque em evento de saneamento em São Paulo
NITERÓI AVANÇA PARA SEXTO LUGAR NO RANKING NACIONAL DO SANEAMENTO
Capivaras na Baía de Guanabara, em Niterói
NITERÓI NO JORNAL NACIONAL: bons resultados na prevenção ao desperdício de água
CRISE DA ÁGUA - RJTV dá destaque à experiência de Niterói com políticas para a economia de água
Nascentes de Niterói estão sendo mapeadas
Ilha da Conceição ganha sistema de coleta de esgoto sanitário
PROGRAMA REGIÃO OCEÂNICA SUSTENTÁVEL (PRO-SUSTENTÁVEL): Aprovada a liberação de R$ 250 milhões para Niterói
Pelo menos 450 imóveis de Niterói não estão ligados ao sistema coletor de esgoto
SANEAMENTO EM NITERÓI CONTINUA AVANÇANDO: Começam obras de implantação da ETE Maria Paula
Matéria de O Globo dá destaque ao saneamento em Niterói
AVANÇA O SANEAMENTO EM NITERÓI: Ilha da Conceição terá 100% de água e esgoto tratados
Niterói terá 100% de esgoto tratado até 2018 - Plano de Saneamento Ambiental investirá R$ 120 milhões
Município vai receber investimentos de R$ 120 milhões em saneamento básico até 2017
Niterói é a cidade que mais protege a Baía de Guanabara
Aterro de Seropédica passa a descontaminar o material poluente
Reunião entre Prefeitura e Inea sela fim de despejo de chorume em estação de tratamento de Niterói

Saneamento

Projeto Grael divulga relatório para contribuir para a solução do lixo flutuante na Baía de Guanabara
O saneamento e o desenvolvimento econômico - Estudo destaca benefícios com a expansão do saneamento no Brasil
SANEAMENTO - POLUIÇÃO CONDENA A MORTE 70 DOS 77 RIOS E CANAIS DO RIO
Esgoto despejado todo dia na Baía de Guanabara encheria 185 piscinas olímpicas
Especialistas explicam como outros países conseguiram despoluir suas baías

Outras ações importantes de Niterói para o saneamento e a despoluição dos corpos hídricos

PRO-SUSTENTÁVEL - Piratininga terá ações contra poluição

Crise da Água

Audiência Pública no Legislativo Municipal debateu os problemas do manancial de abastecimento de água para Niterói








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.