sábado, 19 de dezembro de 2015

NITERÓI CIDADE DA VELA - HENRIQUE HADDAD E BRUNO BETHLEM GARANTEM A VAGA OLÍMPICA NA CLASSE 470 MASCULINA



Fotos Fred Hoffmann/CBVela


Dupla conquistou a classificação neste sábado, na Copa Brasil de Vela, na Baía de Guanabara. Ambos vão disputar os Jogos pela primeira vez.

A Equipe Brasileira de Vela que vai representar o país nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, ganhou mais dois integrantes neste sábado (dia 19). Na III Copa Brasil de Vela, na Baía de Guanabara, os cariocas Henrique Haddad e Bruno Bethlem garantiram a vaga na classe 470 masculina. Os dois velejadores vão disputar a Olimpíada pela primeira vez. Eles se juntaram a outros 11 atletas que já estavam classificados para o evento esportivo.

“A ficha ainda não caiu. É incrível ter a oportunidade de representar o Brasil nos Jogos Olímpicos. Esse foi sempre o meu sonho e o do Bruno. Velejamos há pouco tempo se comparado com os outros, mas nosso projeto, nosso gol era a classificação. Sabíamos da possibilidade e trabalhamos duro para isso. Agora é treinar muito para representar bem o país nos Jogos”, afirmou Henrique, de 28 anos.

Na competição, que tem sede na Praia de São Francisco, em Niterói (RJ), Henrique e Bruno disputavam a vaga olímpica com Geison Mendes e Gustavo Thiesen. A dupla que terminasse a Copa Brasil na frente ficaria com a classificação. Henrique e Bruno encerraram a disputa em 13º, com 91 pontos perdidos, enquanto Geison e Gustavo ficaram em 14º, com 93. Os australianos Matthew Belcher e Will Ryan passaram em primeiro lugar para a regata da medalha, que reúne os dez mais bem colocados, com 20 pontos perdidos.

“É um sonho que se realiza. Desde que soubemos que o Rio seria a sede olímpica, a vontade de participar aumentou muito. No fim de 2012 conversei com o Henrique, ele topou e começamos a velejar no início de 2013. Primeira Olimpíada na América do Sul, no Rio, no quintal de casa, tem um gosto especial. Temos raias próximas, o público e a mídia poderão ficar perto. Esperamos fazer um grande campeonato”, disse Bruno, de 40 anos.

Com a classificação de Henrique e Bruno, a Equipe Brasileira agora conta com 13 velejadores garantidos na Rio 2016. Além deles vão disputar os Jogos Robert Scheidt, na classe Laser; Fernanda Decnop, na Laser Radial; Martine Grael e Kahena Kunze, na 49erFX; Marco Grael e Gabriel Borges, na 49er; Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan, na 470 feminina; Jorge Zarif, na Finn; Patricia Freitas, na RS:X feminina e Ricardo Winicki, o Bimba, na RS:X masculina. Neste domingo (dia 20), a Nacra 17 completará a equipe nos Jogos Rio 2016.

CLASSIFICAÇÃO PARA A REGATA DA MEDALHA

Com sede na Praia de São Francisco, em Niterói (RJ), a Copa Brasil de Vela conheceu neste sábado os classificados para a regata da medalha, disputa que reúne os dez melhores barcos de cada classe e tem pontuação dobrada. A Equipe Brasileira estará representada em sete classes. As regatas estão previstas para começar a partir das 13h (de Brasília) deste domingo (dia 20). Mais cedo haverá a cerimônia de premiação da I Copa Brasil de Vela Jovem.

Na classe Laser, Robert Scheidt se classificou em terceiro, com 69 pontos perdidos. Bruno Fontes também irá disputar a regata da medalha. O catarinense passou em sexto, com 88. O líder é o australiano Matthew Wearn, com 60.

Na Nacra 17, única classe com a disputa olímpica ainda em aberto na Equipe Brasileira, João Bulhões e Gabriela Nicolino passaram em décimo para a regata da medalha, com 104 pontos perdidos. Samuel Albrecht e Isabel Swan terminaram em 12º, com 109. Pelo resultado obtido no Sul-Americano, a segunda dupla ainda está em vantagem. João e Gabriela precisam terminar pelo menos em sexto lugar no geral para ficarem com a vaga olímpica. Os australianos Jason Waterhouse e Lisa Darmanin passaram em primeiro, com 69.

Na Finn, Jorge Zarif passou em quinto, com 42. O líder é o britânico Giles Scott, com 18. Quem também se classificou em quinto foi Patricia Freitas, na RS:X feminina. Ela somou 75 pontos perdidos. A chinesa Chan Hei Man ficou na ponta, com 43 pontos perdidos. Na 49er, Marco Grael e Gabriel Borges se classificaram em sexto, com 84. Em primeiro ficaram os britânicos John Pink e Stuart Bithell, com 50.

Na 49erFX, Martine Grael e Kahena Kunze ficaram em sétimo, com 72 pontos perdidos. A liderança ficou com as espanholas Tamara Echegoyen e Berta Betanzos, com 44. Na 470 feminina, Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan também terminaram em sétimo, com 55 pontos perdidos. As britânicas Hanna Mills e Saskia Clark ficaram em primeiro, com 24.

Na Laser Radial, Fernanda Decnop terminou em 13º, com 119 pontos perdidos. O primeiro lugar ficou com a belga Evi van Acker, com 39 pontos perdidos. Na RS:X masculina, Ricardo Winicki, o Bimba, encerrou em 18º, com 188 pontos perdidos. O líder é o holandês Dorian Van Rijsselberge, com 48.

SERVIÇO:

Datas: 15 a 20 de dezembro
Local: Praia de São Francisco, Niterói (RJ)
Horário: as regatas estão programadas para começar diariamente às 13h, incluindo domingo, dia das regatas da medalha, dependendo das condições de vento
Barco de imprensa: sai diariamente às 12h
Raias: a comissão de regata selecionou as raias dos Jogos Olímpicos para a competição

Site oficial: http://www.copabrasildevela.com.br/

Fonte: CBVela






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.