quinta-feira, 15 de outubro de 2015

NITERÓI CRIA PRÊMIO PARA ESTUDANTES


Reitores de universidades e diretores de escolas se reuniram com secretários.
Foto: Luciana Carneiro / Ascom Niterói


Objetivo é incentivar alunos a contribuírem com melhorias para a cidade

Um grupo de reitores e diretores de instituições de ensino médio e superior de Niterói foi recebido nesta terça-feira pelos secretários municipais de Educação, Flávia Monteiro de Barros, de Governo, Roberto Salles, e pela secretária Executiva da Prefeitura, Maria Célia Vasconcelos. No encontro foi anunciada a programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no município e também a criação do prêmio “Niterói que Queremos”.

A Semana, cujo tema deste ano é Luz, Ciência e Vida, começa no próximo dia 19 e vai até o dia 24. O subsecretário de Ciência e Tecnologia, Luiz Andrade informou que o evento contará com palestras; o simpósio Niterói: Cidade Conectada; além de mostras acadêmico-científicas e feira de ciências em diversos pontos do município, como o Solar do Jambeiro, Campo de São Bento e Horto do Fonseca.

Já o concurso “Niterói que Queremos” vai premiar estudantes dos ensinos médio e superior que apresentarem a melhor ideia para contribuir com melhorias nas áreas da mobilidade e segurança pública. O prêmio tem como objetivo incentivar, valorizar e premiar as ideias mais criativas, passíveis de serem realizadas com os conhecimentos e tecnologias atuais.

Os trabalhos poderão ser entregues em texto, vídeo ou desenho, no período de 17 a 27 de novembro. Os vencedores das categorias mobilidade e segurança pública serão premiados com R$ 4 mil cada um. Os segundos colocados de cada categoria receberão R$ 2 mil; e os terceiros colocados, R$ 1 mil. Os alunos que ficarem entre o quarto e o sexto lugares receberão menção honrosa.

A secretária Maria Célia destacou a importância da integração da administração municipal com as instituições de ensino em prol de melhorias para a cidade de Niterói. “O objetivo é integrar e estimular a participação de alunos em projetos desta natureza, já que a cidade tem hoje cerca de 50 mil estudantes”, afirmou.

A secretária Flávia Monteiro de Barros afirmou que a integração com as instituições de ensino é muito produtiva e sugeriu a parceria com as universidades no 5º Salão de Leitura,que será realizado no primeiro semestre de 2016.

“Também será importante que a Semana de Ciência e Tecnologia do ano que vem seja feita em parceria com as universidades e escolas técnica cujos alunos fazem trabalhos científicos que podem ser apresentados”, disse.

Fonte: O Fluminense








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.