quinta-feira, 15 de outubro de 2015

NITERÓI CONTRA A DENGUE 2015: Prefeitura lança campanha de combate à dengue




Vice-prefeito Axel Grael lançou o plano, acompanhado de secretários
Péricles Rodrigues / Prefeitura de Niterói


Mutirões semanais e ações educativas farão parte das atividades programadas

14/10/2015 - A Prefeitura de Niterói lançou o plano da campanha "Niterói contra a dengue", nesta quarta-feira (14/10), no auditório do Centro Administrativo Municipal. O objetivo é intensificar as ações de prevenção à doença em toda a cidade. O trabalho será realizado pela secretaria de Saúde em parceria com outras pastas, como a de Conservação e Serviços Públicos, Educação, Ciência e Tecnologia, Obras, além da Companhia de Limpeza Urbana de Niterói (Clin).

O Departamento de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses vai realizar mutirões intersetoriais, ações que acontecem todos os fins de semana em diferentes locais da cidade, reunindo agentes de endemias que fazem a visitação em residências, prevenindo e combatendo possíveis focos do mosquito da dengue. Além disso, serão feitas atividades educativas nas escolas, em parceria com a Educação, transformando as crianças em multiplicadores dos conhecimentos sobre a prevenção à dengue e trabalhos de conscientização em canteiros de obras, que costumam ter entulhos que podem acumular água, estaleiros e borracheiros. Outra medida importante é a participação dos funcionários da Seconser e Clin promovendo ações de limpeza e capina.

O vice-prefeito, Axel Grael, destacou o bom resultado do trabalho das equipes em relação aos números da dengue.

"O resultado do baixo número de casos da dengue no município, principalmente em relação a outras regiões, não acontece por acaso. Isso mostra um trabalho sistemático da Saúde, de esforço, em parceria com outras secretarias e que estamos acertando nas estratégias”, disse.

A secretária executiva, Maria Célia Vasconcelos, falou da importância do trabalho integrado.

“Nosso grande objetivo é a linha que o prefeito traçou de que nenhuma secretaria trabalha sozinha, nenhum de nós é isolado. Isso é um grande avanço e legado do prefeito. Um trabalho integrado. O governo tem que trabalhar com interdisciplinaridade e complementaridade e a dengue é o exemplo clássico desta visão, afirmou.

O município também conta com seis comitês regionais, nas policlínicas do Centro, de Santa Rosa, do Fonseca, do Largo da Batalha, de Itaipu e da Engenhoca, que se reunirão mensalmente para discutir as necessidades de cada região, a fim de combater a infestação pelo mosquito Aedes aegypti e, consequentemente, evitar uma epidemia de dengue no próximo verão.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Solange Oliveira, o trabalho contra dengue é intenso e ocorre durante todo ano, e não apenas no verão, o que resulta em baixo número de casos no município. Solange também falou sobre o objetivo do plano.

“No Plano, o objetivo principal é evitar óbitos por dengue, além de informar a população como prevenir a doença, sobre a gravidade dos sintomas, manter a mobilização comunitária, pois se entende que o trabalho na comunidade é o foco que se tem que atingir e incentivar, manter o controle do vetor e a questão epidemiológica atualizada”, declarou.

O Vital Brazil será o primeiro bairro da cidade a receber o mutirão da campanha, no próximo sábado, 17/10, às 09h, com a participação de 60 agentes do CCZ e funcionários da Clin fazendo retirada de entulhos e carcaças. ‘’ Daremos início ao lançamento da campanha contra a dengue e é de suma importância a participação de toda a população nos auxiliando na remoção de materiais em desuso, obsoletos e principalmente deixando acesso livre aos agentes de controle para que possam efetuar todas as ações de prevenção ao risco da dengue em suas casas. Contamos com a ajuda de todos para mais um ano sem epidemia’’, disse o chefe do Devic, Cláudio Vicente.

Estiveram presentes a secretária de Educação, Flávia Monteiro, o secretário de Obras, Vicente Temperini e os vereadores, Vitor Junior e Bira Marques.

Dados

O município de Niterói apresentou em 2015, 339 casos de dengue no período de janeiro a agosto. Nenhum óbito foi registrado. Já no Estado do Rio houve um crescimento de 581%.

Disque Dengue

O Disque Dengue - (21) 2621-0100 - continuará sendo a linha telefônica exclusiva para solicitação de visitas dos agentes de endemias e para denúncias de casas abandonadas, terrenos com lixo acumulando água, entre outros possíveis focos do mosquito da dengue. O atendimento está disponível de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, e sábados e domingos, das 9h às 14h.

Fonte: Prefeitura de Niterói





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.