sexta-feira, 9 de outubro de 2015

ECOCULTURAL - PARCERIA ENTRE A PREFEITURA DE NITERÓI E O INEA: Projeto em Niterói conscientiza sobre descarte de lixo


CULTURA E MEIO AMBIENTE - PARCERIA ENTRE PREFEITURA E INEA

O Projeto ECOCULTURAL foi idealizado pela Prefeitura de Niterói, apresentado ao INEA e submetido à aprovação de recursos no Fundo Estadual de Conservação Ambiental e Desenvolvimento Urbano (FECAM).

Trata-se de uma iniciativa de mobilização ambiental através de atividades culturais, tendo como o tema principal a questão do lixo e será desenvolvido em comunidades de Niterói pela Fundação de Artes de Niterói (FAN).

O ECOCULTURAL integra-se com diversas iniciativas em andamento na Prefeitura de Niterói na agenda ambiental e do lixo, como o Programa Enseada Limpa, para a despoluição da Enseada de Jurujuba, o Comunidade Clin, dentre outros, além de todo o esforço da Secretaria de Estado do Ambiente e INEA para a despoluição da Baía de Guanabara (PSAM) e de controle do lixo flutuante visando os Jogos Olímpicos de 2016.

Axel Grael
Vice-prefeito
Niterói



-------------------------------------------------


Projeto em Niterói conscientiza sobre descarte de lixo




Iniciativa vai oferecer atividades educativas em 20 comunidades do município

A Secretaria do Ambiente, por meio do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), vai realizar, em parceria com a Prefeitura de Niterói, o programa Niterói EcoCultural, ação de conscientização sobre o descarte de resíduos sólidos. A iniciativa, que está prevista para ser lançada em novembro, vai oferecer atividades educativas a moradores de 20 comunidades do município. Entre as áreas contempladas estão Morro da Boa Vista, Morro do Palácio, Morro do Estado, Enseada de Jurujuba e Região Oceânica.

Com atuação em três eixos – Ambiente, Arte e Cultura –, o programa tem o objetivo de alertar a população quanto ao descarte correto do lixo, cujo destino final são os rios e a Baía de Guanabara, além de garantir alternativas de renda para as famílias envolvidas, por meio de qualificações em reciclagem de materiais. A meta é atingir aproximadamente 5 mil pessoas. Os recursos somam R$ 1,8 milhão.

- Cultura e Ambiente juntos geram consciência e compromisso com valores que mudam comportamentos em prol da melhoria da Baía da Guanabara - afirmou o secretário do Ambiente, André Corrêa.

As ações educativas serão realizadas pela Fundação de Arte de Niterói (FAN). A entidade também promoverá a capacitação de 400 pessoas, inicialmente, no curso de movelaria.

- A ideia é levar um olhar social e ambiental para toda a cidade. A questão do lixo é cultural, e este programa será uma forma de conscientizar as pessoas de suas responsabilidades com seu lixo e os fins que darão a ele - explicou o presidente da FAN, André Diniz.

Os recursos repassados pela Secretaria do Ambiente à Fundação de Arte de Niterói se destinam basicamente às oficinas ecoculturais de promoção de ações educativas para a mudança de cultura em relação ao descarte de resíduos sólidos no ambiente; às capacitações dos Ecodesigners; e ao site do programa, cuja proposta é a de estruturar uma rede de colaboradores que discuta temas como a política de reciclagem na cidade, além de divulgar informações dos locais de recebimento de resíduos em Eco Pontos, entre outras iniciativas. Também serão realizadas feiras de negócios para divulgação dos produtos reciclados durante e após a capacitação de movelaria.

- Queremos criar uma nova cultura do descarte de resíduos sólidos - explicou o superintendente regional da Baía de Guanabara e gerente executivo do programa, Paulo Cunha.

Fonte: O Fluminense



-----------------------------------------------------


LEIA TAMBÉM:

INICIATIVAS DE NITERÓI NA ÁREA DA RECICLAGEM E DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL SOBRE O LIXO

NITERÓI RECICLA 5% DO SEU LIXO. A média da Região Metropolitana do RJ é de cerca de 1%
LIXO - Mutirão recolhe 900kg de lixo da enseada localizada após a Prainha de Piratininga
Lixo reciclável dará desconto na conta de luz em Niterói
CLEAN UP DAY - Dia de limpar praias em Niterói
Mobilização em Niterói para limpar praias
CLIN realiza mutirão de limpeza e campanha de conscientização em comunidade no bairro do Centro
CLIN realiza mutirão de limpeza nas pedras do Gragoatá e Boa Viagem

ENSEADA LIMPA

ENSEADA LIMPA E A BALNEABILIDADE: Praia na Baía de Guanabara supera oceânicas e fica balneável durante quase todo o ano
ENSEADA LIMPA - Como parte do programa "Se Liga", Inea e Prefeitura fazem vistoria em casas em São Francisco

COMUNIDADE CLIN

Prefeitura promove mutirão social e ambiental orientar sobre descarte correto de lixo em Jurujuba
PROJETO COMUNIDADE CLIN - Mutirão de limpeza recolhe cerca de cinco toneladas de lixo da comunidade Caniçal

LIXO FLUTUANTE

Projeto Grael divulga relatório para contribuir para a solução do lixo flutuante na Baía de Guanabara
EVENTO TESTE NA BAÍA DE GUANABARA - Quase 30 toneladas de lixo são recolhidos na Baía de Guanabara
ECOBARCOS VOLTAM A OPERAR NA BAÍA DE GUANABARA: Baía recebe 90 toneladas de lixo/dia
Lixo flutuante: um problema que parece se agravar na Baía de Guanabara
OUTROS

Esgoto despejado todo dia na Baía de Guanabara encheria 185 piscinas olímpicas
Especialistas explicam como outros países conseguiram despoluir suas baías
Produção de lixo no país cresce 29% em 11 anos, mostra pesquisa
MAIS UM ECOPONTO EM NITERÓI - Descarte consciente de lixo no Centro
Brasil produziu 1,4 milhão de toneladas de resíduos eletrônicos em 2014, afirma novo relatório da ONU
Sistema tributário pode incentivar o desenvolvimento sustentável: casos de logística reversa
ACORDO PARA EMBALAGENS ESTÁ EM FASE FINAL








Um comentário:

  1. Caro vice-prefeito Axel Grael,

    Li o seu blog e o vejo como importante meio de divulgacao da causa ambiental.

    Os projetos de coleta seletiva nas comunidades, conforme postado, e um passo muito valido na protecao da nossa baia. Contudo, acho que uma outra acao integrada poderia proporcionar resultados ainda melhores.

    Devido a geografia peculiar das comunidades em Niteroi, vejo que o uso de biodigestores e uma forma inteligente de atacar os problemas de saneamento das areas carentes do municipio.

    A opcao de integrar o tratamento de esgoto residencial no proprio local de producao por meio de biodigestores, pode proporcionar a reducao da carga organica aos corpos receptores, como no caso da baia de guanabara, com a geracao simultanea de energia, na forma de metano do gas de esgoto, e ainda, prover economia na instalacao e operacao do processo com um todo.

    Nesse ponto, e que entra a integracao do aspecto ambiental ao social neste tipo de projeto.

    Com o volume excedente de gas, seria possivel construir nessas comunidades projetos de geracao de renda com a formacao de mao de obra local, tal como, atraves da criacao de padarias comunitarias para formacao de padeiros e confeiteiros. Outras opcoes podem compreender o uso do gas para atender creches e escolas comunitarias.

    Os resultados positivos podem atender tanto a baia da guanabara, por meio de uma contribuicao significativa na reducao da descarga de esgotos, formar mao de obra
    e reduzir o numero de atendimentos em postos de saude em decorrencia da erradicacao de valas e linguas negras das comunidades.

    Att
    Flavio Goncalves
    Eng Quimica (flaviodrg@gmail.com )

    ResponderExcluir

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.