terça-feira, 13 de outubro de 2015

MAIS SEGURANÇA EM NITERÓI - CISP: Prefeitura instalará 12 câmeras na Ponte Rio-Niterói em novembro

 


Equipamentos permitirão a identificação das placas de todos os veículos que chegam a Niterói pela via

13/10/2015 -A Prefeitura de Niterói vai implantar em novembro 12 câmeras na Ponte Rio-Niterói, que irão permitir a identificação da placa de todos os veículos que chegam a Niterói pela via. O anúncio da integração dos sistemas de monitoramento da prefeitura e da ponte foi feito pelo prefeito nesta terça-feira (13.10), em reunião com a diretoria da concessionária Ecoponte, que administra a via.

Nas próximas semanas, o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) vai operar em parceria com o sistema instalado na ponte. A concessionária atualmente dispõe de 29 câmeras que monitoram o tráfego. Somadas aos 12 equipamentos do Cisp, a via passará a contar com um total de 41 câmaras.

“Eu acredito que essa parceria será muito positiva, porque boa parte dos problemas relacionados à segurança pública são praticados por criminosos que circulam nas cidades da Região Metropolitana e se movimentam em vias importantes, especialmente a Ponte Rio-Niterói. Essa integração será mais uma ferramenta que a prefeitura, através da parceria com a concessionária, vai disponibilizar às forças de segurança pública do Estado e da União”, afirmou o prefeito.

O diretor-superintendente da Ecoponte, Alberto Lodi, destacou a importância da parceria com a prefeitura na questão do monitoramento.

“Toda essa integração com as imagens geradas na ponte vão beneficiar a população de Niterói. Temos muito orgulho e satisfação de participar desta parceria”, disse Lodi.

Outro ponto discutido no encontro foi a construção do mergulhão na Praça Renascença, que a concessionária irá implantar por obrigação contratual. A Ecoponte já apresentou o projeto à Secretaria Municipal de Urbanismo e Mobilidade, que irá analisar e fazer sugestões. A meta, segundo Rodrigo Neves, é que a realização da obra seja aprovada até o fim do ano.

“A concessionária tem a obrigação contratual de entregar essa obra em maio de 2017. A prefeitura está propondo a antecipação desse cronograma. Foram debatidos vários assuntos relacionados a esse projeto, que será discutido pelas equipes da prefeitura e da concessionária ao longo das próximas semanas”, explicou o prefeito.

A secretária de Urbanismo e Mobilidade, Verena Andretta, disse que o projeto será analisado para que o mergulhão se integre à requalificação urbana do Centro.

“Temos a preocupação de como se dará a integração urbanística e paisagística e de que forma todos poderão circular dentro do conceito de mobilidade sustentável que a prefeitura propõe em todos os projetos voltados para o trânsito”, disse Verena.

Um terceiro assunto discutido foi a integração das ações da prefeitura com a Ecoponte para melhorar a fluidez do tráfego na ponte e em Niterói.

“As obras que a Prefeitura do Rio está fazendo serão muito boas para o Rio, mas trazem muitos transtornos para os niteroienses. Nós esperamos que elas sejam concluídas rapidamente, porque a gente tem melhorado a circulação dentro de Niterói, mas a chegada ao Rio de Janeiro realmente está muito complicada”, afirmou o prefeito.

O diretor-superintendente da Ecoponte ressaltou a importância de ser recebido na prefeitura para debater temas importantes para o município.

“Agradeço muito a oportunidade para falar de um dos nossos principais compromissos contratuais, que é a implantação do mergulhão na Praça Renascença, que muito vai ajudar a mitigar o gargalo do trânsito naquela região. Destaco a importância da parceria que a gente tem com os órgãos da prefeitura, como a Nittrans e secretarias. Isso é fundamental para que a gente garanta a fluidez do trânsito e o conforto dos nossos usuários, que são aqui de Niterói e da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. São temas de extrema relevância e que a gente tem que estar sempre debatendo para buscar no nosso dia a dia melhorias para garantir esse conforto”, afirmou Alberto Lodi.

Também participaram do encontro a secretária municipal de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa, e o subsecretário de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier.
Fonte: Prefeitura de Niterói




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.