sexta-feira, 18 de maio de 2018

Mercado Municipal de Niterói mais perto de sair do papel



Concepção do novo Mercado Municipal de Niterói.


Prefeitura assinará contrato na próxima semana para revitalização do espaço

A Prefeitura de Niterói assinará na próxima quarta-feira (23), o contrato com o Consórcio Novo Mercado de Niterói. Constituído pelas empresas vencedoras da licitação, o consórcio será responsável pela obra de revitalização, manutenção e gestão do Mercado Municipal Feliciano Sodré, no Centro de Niterói, através de Parceria Público-Privada (PPP). O valor total do contrato é de R$ 69.167.155,00.

O espaço está desativado há 30 anos. A concessão prevê que o consórcio, composto por empresas na área de construção, administração de shoppings e serviços, realize a revitalização total do equipamento, mantendo a fachada original, e construindo unidades comerciais como lojas, restaurantes, espaço culturais, quiosques, estandes entre outros locais de entretenimento.

“Com essa assinatura, Niterói dá mais um passo na consolidação de sua vocação empreendedora. O novo Mercado Municipal vai gerar novos empregos e renda, além de revitalizar o entorno. Será um grande polo de cultura, lazer e gastronomia que poderá sediar eventos e colocar a cidade em rotas de turismo”, afirma Luiz Paulino Moreira Leite, secretário de Desenvolvimento Econômico de Niterói.




A estimativa é que a obra comece no segundo semestre de 2018 e a primeira parte seja entregue em 2019. A empresa escolhida terá a concessão do espaço por 25 anos.

“O projeto de revitalização do Mercado Municipal é mais uma parceria com o setor privado que traz benefícios para a cidade. A PPP é um modelo de gestão que comprovadamente dá certo e o mercado de Niterói funcionará como grandes mercados distribuídos pelo mundo que unem a gastronomia ao entretenimento, com muito sucesso”, destaca Giovanna Victer, secretária de Planejamento, Modernização da Gestão e Controle.

A previsão é que o município tenha uma contrapartida fixa mensal de acordo com o sucesso do empreendimento. Além da outorga, uma espécie de aluguel, o município receberá 6% do faturamento mensal. O maior valor de outorga foi o critério da escolha da concessão.


Mercado, que foi construído na década de 20 e fechou em 1976, tem tudo para movimentar a economia da cidade
Foto: Marcelo Feitosa

História – O Mercado Municipal Feliciano Sodré foi construído entre 1927 e 1930. Desativado em 1976, o imóvel passou a abrigar o Depósito Público Estadual a partir da década de 1980. Sua infraestrutura compõe o conjunto arquitetônico da Região Portuária de Niterói. O edifício, com traços de art déco e da arquitetura neoclássica, localiza-se na Avenida Feliciano Sodré, entre a Rua Presidente Castelo Branco e a Avenida Washington Luiz.


Fonte: O Fluminense








Um comentário:

  1. No entorno poderiam criar uma fábrica de cerveja artesanal para ser compartilhada pelos cervejeiros, e criar um polo cervejeiro junto com o mercado modelo. Tem muitos galpões abandonados na região. Temos muitos clubes de motociclistas na cidade, talvez criar um espaço para as motos também seria interessante.

    ResponderExcluir

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael. Obrigado.