quinta-feira, 13 de julho de 2017

Após mais de 40 anos, Mercado Municipal de Niterói está perto do retorno



Mercado, que foi construído na década de 20 e fechou em 1976, tem tudo para movimentar a economia da cidade. Foto: Marcelo Feitosa



Raiana Collier

Projetos devem ser entregues até 18 de agosto e escolha acontece em setembro, segundo a prefeitura

Através de ato oficial, a Prefeitura de Niterói informou o adiamento, até o dia 18 de agosto, do prazo para apresentação dos estudos técnicos necessários para a reforma, revitalização e exploração econômica do Mercado Municipal Feliciano Sodré, no Centro da cidade. Essa é uma das fases iniciais da iniciativa, que ainda terá, posteriormente, licitação para escolher a empresa que vai executar o projeto e obras. O prazo máximo da reforma, que será feita através do regime de Parceria Público-Privada, é de dois anos.

De acordo com o edital apresentado pela Secretaria Municipal de Planejamento, Modernização da Gestão e Controle, os estudos técnicos deverão apresentar o arranjo institucional que melhor atenda ao interesse público e um diagnóstico da situação atual em toda a área de abrangência do projeto. Com a alteração no prazo, os interessados ganharam cerca de um mês a mais para entrega dos estudos. A empresa que será posteriormente escolhida para administração do mercado terá que investir aproximadamente R$ 20 milhões.

De acordo com a Prefeitura, a mudança no prazo foi feita por conta da complexidade do mesmo, que deve contemplar, dentre outros objetos, um projeto conceitual de arquitetura e urbanismo, contendo projeto de paisagismo e acessibilidade; um estudo de viabilidade econômico-financeiro que demonstre a vantagem da forma de contratação escolhida para o Município e seus munícipes; bem como um estatuto jurídico regulatório. A escolha do projeto deverá acontecer em meados de setembro.

A promessa de revitalização do Mercado é antiga. Em 2015, as licenças necessárias para o início das obras chegaram a ser entregues, em julho, ao subsecretário estadual de Obras da época. A promessa era de que as intervenções começariam no segundo semestre do mesmo ano. A previsão era de investimento de cerca de R$ 11 milhões na reforma planejada, através do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur).

O Mercado Municipal Feliciano Sodré foi construído entre 1927 e 1930. Desativado em 1976, o imóvel passou a abrigar o Depósito Público Estadual a partir da década de 1980. Sua infraestrutura compõe o conjunto arquitetônico da Região Portuária de Niterói. O edifício, com traços de art déco e da arquitetura neoclássica, localiza-se na Avenida Feliciano Sodré, entre a Rua Presidente Castelo Branco e a Avenida Washington Luiz.


Fonte: O Fluminense











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.