terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Polícia Ambiental ultrapassa 2,8 mil ocorrências em 2016



Comando de Policia Ambiental ultrapassa 2,8 mil ocorrencias. Fotógrafo: Marcelo Horn

O Comando de Policia Ambiental (Cpam) do Rio de Janeiro registrou 2.841 ocorrências de janeiro a outubro deste ano, número que representa aumento de 22,8 % em relação ao mesmo período do ano passado. Os crimes ambientais somaram 667 ocorrências. Logo depois, estão os crimes contra a fauna. Em relação a este segmento, foram registradas 2.030 prisões e 144 armas apreendidas ao longo de dez meses.

Além do policiamento ambiental, o Cpam desenvolve atividades de cunho social, como projetos de educação ambiental, reflorestamento e, mais recentemente, a reinserção de animais aos seus habitats naturais. Só neste ano, foram resgatados 6.165 animais. Além disso, 986 foram soltos após denúncias.

De acordo com o comandante do Cpam, coronel Mario Marcio Pereira Fernandes, o reforço no efetivo este ano possibilitou a intensificação do trabalho no Estado do Rio. Segundo o comandante, a expectativa é ampliar ainda mais o efetivo em 2017.

– Com este aumento, tivemos a chance de distribuir melhor o nosso efetivo e ampliar o atendimento das ocorrências em maior território do estado. A ideia é expandirmos a atuação, levando o Cpam para territórios fluminenses que ainda não possuem esse policiamento, mas que já tem demandas para o nosso atendimento – explicou o coronel.

Conservação

As Upams (Unidades de Polícia Ambiental) dão apoio às operações. O trabalho consiste em policiamento ostensivo em unidades de conservação e incentivam a educação ambiental. Além disso, os agentes procuram interagir com a população do entorno. Atualmente, há sete unidades, sendo uma móvel, que atendem o Estado do Rio.

Fonte: Governo do Estado do RJ









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.