domingo, 11 de dezembro de 2016

PARQUES EM NITERÓI: Costão de Itacoatiara receberá menos visitantes em janeiro



Costão de Itacoatiara.



Aline Balbino

A partir de janeiro entrarão 200 pessoas por vez no Costão de Itacoatiara, na Região Oceânica de Niterói. A medida visa a diminuir os impactos ambientais causados pelo homem na Serra da Tiririca. Segundo o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), o estudo feito pela Universidade Federal Fluminense (UFF), para avaliar a situação do parque, foi concluído no final de novembro. Após meses de análises, ficou decidido que haverá limitação de visitantes. Além disso, nos próximos dias, equipes do Clube Niteroiense de Montanhismo irão instalar cercas de ferro na área de flora na Enseada do Bananal, também no Costão. O objetivo é limitar a passagem de frequentadores que estariam destruindo a vegetação nativa.

No último feriado de 7 de setembro o Inea contabilizou mais de dois mil visitantes no Costão. Segundo Marcos Lima, que faz parte da equipe de montanhistas, serão 20 metros de cabo que cercarão uma parte da flora no Bananal. As cercas foram doadas pelo clube e aprovadas pelo Inea.







“A ideia é isolar a área porque muitas pessoas estão visitando o local, mas sem preocupação com a vegetação local. Tem áreas que estão degradadas, destruídas porque as pessoas estão retirando as plantações dali. É preciso ter consciência ambiental. Limitar o número de visitantes é primordial. Caso contrário, em meses o Costão de Itacoatiara não será mais o mesmo”, disse.

Alguns moradores e frequentadores são a favor do novo modelo de visitação.

“Na semana passada havia 60 pessoas esperando para fazer rapel no Bananal. O Costão não comporta mais essa grande quantidade de visitantes desordenadamente. Tem que haver uma organização. As pessoas estão acabando com a fauna e flora locais”, disse o engenheiro Fernando Marques.

Fonte: A Tribuna



---------------------------------------------------------


LEIA TAMBÉM:

Parque Estadual da Serra da Tiririca faz 25 anos com novidade no acesso ao Costão
PARQUE ESTADUAL DA SERRA DA TIRIRICA: Enseada do Bananal com novas regras
PARQUES DE NITERÓI: Desafios para unidades de conservação no contexto metropolitano
NITERÓI E INEA VÃO CELEBRAR OS 85 ANOS DA MAIS ANTIGA ÁREA PROTEGIDA DO BRASIL 

Capacidade de Suporte

PRAIA DO SOSSEGO E O CONCEITO DE CAPACIDADE DE SUPORTE: os cuidados da Prefeitura de Niterói para proteger o patrimônio natural e o sossego dos visitantes 
CAPACIDADE DE SUPORTE: Para conter visitação, governo estuda cobrar entrada na Ilha Grande a partir de 2016
CAPACIDADE DE SUPORTE: lidando com os efeitos do sucesso das unidades de conservação
DESPOLUIÇÃO DAS BAÍAS DE GUANABARA E CHESAPEAKE: uma comparação das experiências, reflexões e algumas lições
Quem tem autoridade sobre as praias? Quem controla os abusos? 

Parques em Niterói

PRO-SUSTENTÁVEL: Região Oceânica tem garantidos R$ 350 milhões para sustentabilidade e melhorias de infraestrutura
PARNIT: Esportistas redescobrem o Parque da Cidade, que terá trilhas revitalizadas
NITERÓI MAIS VERDE: Trilhas revitalizadas são opções para o turismo ecológico em Niterói 
PARQUES DE NITERÓI: Desafios para unidades de conservação no contexto metropolitano
PARQUES, CULTURA E ECOTURISMO EM NITERÓI: Duna Grande, em Itaipu, terá passeios guiados em 2017
EDUCAÇÃO ATÉ EMBAIXO D'ÁGUA: grupo da UERJ propõe trilha subaquática em Niterói
TURISMO E LAZER EM NITERÓI: Parque da Cidade aberto até 19h
MAIS PROTEÇÃO AMBIENTAL EM NITERÓI: Lei torna ilhas oceânicas de Niterói parte de Parque Estadual
PARQUE ESTADUAL DA SERRA DA TIRIRICA: Enseada do Bananal com novas regras
NITERÓI MAIS VERDE: Obra do Parque das Águas, em Niterói, segue avançando
NITERÓI MAIS VERDE - Visita ao Morro do Castro, no Barreto, para planejar a implantação de áreas protegidas na Zona Norte da cidade
PARNIT: Parque da Cidade de Niterói tem trilhas revitalizadas com tótens e sinalização
Definido calendário de trilhas guiadas e voluntariado para o PARNIT
PARNIT - Oficinas participativas para o Plano de Manejo do Parque Natural Municipal de Niterói (Parnit)
PARQUE NATURAL MUNICIPAL DE NITERÓI (PARNIT): Oficinas de Planejamento Participativo
DIA HISTÓRICO EM NITERÓI: Foi publicado hoje o Decreto 11.744, que instituiu o PARNIT
NITERÓI MAIS VERDE: Trilhas revitalizadas são opções para o turismo ecológico em Niterói 

Importância das trilhas para a saúde humana

ESTUDO ESTIMA IMPACTOS DO PLANEJAMENTO URBANO NA SAÚDE: Benefícios da caminhada e da bicicleta superam malefícios da poluição do ar 
PARQUES: Benefícios das trilhas para a saúde

Outras postagens

PARQUES - Pequenas áreas verdes são importantes, mas cidades precisam de grandes parques
GESTÃO DE ÁREAS PROTEGIDAS - Organizações sociais vão poder atuar na gestão ambiental dos parques estaduais, decide Alerj 
FISCALIZAÇÃO AMBIENTAL: Ação apreende mais de uma tonelada de pescado em Niterói
CRISE DO RJ E PARQUES: Unidades de conservação sofrem com a falta de verba
PROGRAMA “VEM PASSARINHAR”: Parque Estadual da Ilha Grande realiza caminhada de observação de pássaros
PARQUES: Espanha lança Plano Diretor da sua rede de parques nacionais
NASCENTES DE NITERÓI: Projeto vai catalogar as águas escondidas de Niterói
NITERÓI CONTRA QUEIMADAS: Defesa Civil de Niterói forma mais uma turma de voluntários contra queimadas
MMA lança publicações dirigidas a Unidades de Conservação








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.