terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Barco solar para pesquisa oceanográfica é apresentado no Projeto Grael, em Niterói






Giovanni Mourão

Barco que opera de forma autônoma é guiado através de GPS

O Projeto Grael, realizou nesta terça-feira (13), a apresentação de um barco solar autônomo na sua sede, em Jurujuba. Trata-se de um catamarã movido a energia solar e desenvolvido pelas empresas USSV e Prooceano. O Coordenador de Meio Ambiente do Projeto Grael, Tiago Marques, explicou o intuito da iniciativa e como a embarcação funciona.

“A princípio, o barco será testado para fazer levantamentos batimétricos, estudando o relevo do fundo da Baía de Guanabara e a profundidade da massa d’água. O barco é autônomo: desenhamos uma rota com GPS e ele vai sozinho seguindo as coordenadas que determinamos. É uma embarcação autossustentável, pois consome menos energia do que capta”, explicou.


Embarcação solar (amarela, à direita na foto), diante da sede do Projeto Grael.


Com o amadurecimento do projeto, o grupo pretende somá-lo às outras iniciativas que a equipe já possui na Baía de Guanabara, como o programa “Águas Limpas”. A ideia do Projeto Grael é que a embarcação seja utilizada em projetos na Baía, como o “Enseada Limpa”, programa da Prefeitura de Niterói, ou outras iniciativas ambientais.

Ainda de acordo com o coordenador, o evento-teste tem como foco estudos na Enseada de Jurujuba.

“Este barco solar serve para fazermos estudos físicos e ambientais na Baía de Guanabara, mais precisamente na Enseada de Jurujuba. A prefeitura acaba sendo a principal interessada por já possuir diversos projetos voltados para Jurujuba, mas a apresentação é para a sociedade como um todo”, disse Tiago Marques.

Fonte: O Fluminense







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.