terça-feira, 24 de dezembro de 2013

SENADO APROVA FINANCIAMENTO DE R$ 65 MILHÕES DO BID PARA NITERÓI


Prefeitura de Niterói usará recursos em obras de contenção de encostas e mobilidade urbana

NITERÓI - A prefeitura de Niterói conseguiu a aprovação para receber um financiamento do Banco Internacional de Desenvolvimento (BID). O valor do empréstimo deve chegar a R$ 65 milhões. A aprovação foi dada na última quarta-feira pelo Senado Federal. Esta era a última etapa que faltava para garantir a assinatura do acordo. Agora, a expectativa da prefeitura é que o dinheiro seja liberado para a cidade no mês que vem.

De acordo com o prefeito Rodrigo Neves, o financiamento do BID será usado em ações de infraestrutura nas comunidades afetadas pelas enchentes de 2010 e em obras de mobilidade urbana. Segundo o prefeito, o dinheiro vai possibilitar a realização de obras de contenção de encostas em pelo menos três comunidades: São José, Jerônimo Afonso e Morro dos 340, todas no Fonseca.

Os recursos também devem ser usados para melhoria do sistema de tráfego da cidade, com a implantação de um Centro Operacional de Trânsito, dez Centros de Controle de Tráfego por Área (CTAs), modernização do sistema sinais e monitoramento de cruzamentos e acessos da cidade por meio de câmeras.

Trânsito 30% melhor

A expectativa da prefeitura é que, após a conclusão da modernização do sistema de tráfego, o tempo gasto em deslocamentos nas vias da cidade seja reduzido em 30%.

— Nosso sistema será totalmente informatizado, com sinais com no break (sistema que mantém os equipamentos em funcionando, mesmo em caso de falta de energia) e totalmente automático, permitindo alterações imediatas de acordo com a situação do trânsito — promete Rodrigo Neves.

Para administrar os recursos, a prefeitura criou, por meio de decreto, a Unidade de Gestão do Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Social (Produis). O órgão está subordinado ao vice-prefeito Axel Grael, que nomeará uma comissão de licitação para as obras. O empréstimo tem uma carência de 60 meses para começar a ser pago e mais 25 anos de prazo para quitação.

Fonte: O Globo Niterói

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.