domingo, 21 de abril de 2019

INGRID SCHMIDT GRAEL: concursos de Miss e os Jogos da Primavera, na década de 1950





A foto acima, da minha querida mãe, Ingrid Schmidt Grael, foi publicada por Jairo Ferreira no grupo "Era uma vez em Nictheroy", no Facebook, com a legenda:

"Quem é a moça bonita da foto?
Dicas: Miss Estado do Rio 1955 / Vice miss Brasil 1955
É de Niterói"

Eu não conhecia essa foto da minha linda, querida e saudosa mãe. É da década de 1950, quando a minha mãe, Ingrid Schmidt Grael, foi Rainha dos Jogos da Primavera, Miss Niterói, Miss Estado do Rio e segundo colocada no Miss Brasil. Na época, esses títulos eram muito importantes.

Os concursos de Miss ainda existem atualmente, mas não têm mais a importância que tinham naquela época. Outros tempos...


Jogos da Primavera

Os concursos de Miss marcaram aquela época, mas o que mais me causa interesse são os Jogos da Primavera, evento que movimentou as escolas do Rio de Janeiro naquela década.


No vídeo acima, minha tia, Margret Schmidt aparece no pódio, à esquerda, de blusa com listas horizontais.
Trecho de cinejornal da Agência Nacional que apresenta a cerimônia de encerramento da quarta edição dos Jogos da Primavera, evento realizado no estádio do Fluminense F. C., no Rio de Janeiro. A cerimônia contou com a presença do presidente Getúlio Vargas. Cinejornal Informativo v. 3 nº 38 (1952). Arquivo Nacional. Fundo Agência Nacional. BR_RJANRIO_EH_0_FIL_CJI_51



Em 1953, aos 15 anos, Ingrid Schmidt, foi eleita "Rainha dos Jogos da Primavera", logo após a sua irmã, Margret Schmidt, ser eleita duas vezes, forçando a mudança das regras, proibindo a reeleição.

O pioneiro evento do esporte escolar no país foi idealizado pelo jornalista Mário Filho e patrocinado pelo Jornal dos Sports. A primeira edição foi anunciada pelo Jornal dos Sports, em 1949, quando foi publicado, em 2 de agosto a abertura das inscrições para os Jogos. Tinha como finalidade promover a prática do esporte para mulheres nas escolas do Rio de Janeiro. Na época, era comum acreditar-se que esportes não eram para mulheres. Temia-se que "masculinizasse" as mulheres.





Envelopes comemorativos dos Jogos da Primavera no Rio de Janeiro. Fonte: UFRGS

Cartão postal VI Jogos da Primavera, em 1954. Fonte


Para combater o preconceito, Mário Filho criou os Jogos da Primavera, uma competição para mulheres que combinava beleza e habilidade esportiva e mobilizou as escolas do Rio de Janeiro. Minha mãe, Ingrid e a irmã Margret, disputaram pelo Colégio Anglo-Americano, de Botafogo.

Ingrid velejava, nadava e praticou esgrima e saltos ornamentais. Tempos depois, jogou (e bem) tênis. Era forte competidora no quesito atlético e na beleza.

Axel Schmidt Grael


--------------------------------------------------


Notícia de Margret Schmidt, Rainha dos Jogos da Primavera, em 1949, representando o Clube de Regatas Icaraí:

Fonte: Arquivo da Biblioteca Nacional

Matéria de "A Noite Ilustrada", de 24/10/1950, mostra o prestígio e a repercussão das Rainhas dos Jogos da Primavera. O jornal provavelmente se referia a uma viagem à Dinamarca. Fonte: A Noite Ilustrada



--------------------------------------------------



Veja, a seguir, dois fantásticos registros nos textos do Blog de Fernando Machado



Saudades do Rainha dos Jogos da Primavera

Por fmachado
29/12/2016


O missólogo baiano, Roberto Macedo, sobre Ingrid Schmidt, que foi Miss Estado do Rio em 1955 e figurou no top 5 do Miss Brasil, escreveu “que ela fez história desde cedo. Em 1953, aos 15 anos, foi eleita a Rainha dos Jogos da Primavera. Os Jogos da Primavera foram idealizados e promovidos pelo jornalista pernambucano Mário Filho, para promover o esporte nas escolas do Rio de Janeiro. O concurso da Rainha dos Jogos da Primavera, associado ao evento esportivo, reunia as qualidades atléticas e a beleza da candidata, procurando atrair, bem ao estilo da época, a participação feminina nas atividades esportivas”.


Ingrid Schmdit Rainha dos Jogos da Primavera de 1953 (Foto: O Cruzeiro)

Ingrid Schmidt (1937/2008), para quem não sabe é mãe do velejador Lars Grael e avó de Martine Grael, que ganhou ouro na vela no Rio 2016. E ele prossegue: “Vale lembrar que o esporte para as mulheres não era muito praticado e nem bem visto, a ponto de anos antes, em 1941, um Decreto-Lei ter vedado a participação feminina em vários esportes, por considerar “inapropriado à condição feminina”. O concurso pretendia mostrar que as mulheres poderiam sim praticar esportes e ainda serem bonitas.


Ingrid Schmidt como Rainha dos Jogos da Primavera do Rio de Janeiro (O Cruzeiro). Fonte

Margret Schmidt Rainha dos Jogos da Primavera de 1949/50 (Foto: O Cruzeiro).
COMENTÁRIO: Apesar da legenda de O Cruzeiro se referir à Margret, a foto parece mais a Elvira Veiga, a moça do vídeo acima, vencedora da edição dos Jogos da Primavera.

E encerra: “Antes de Ingrid, sua irmã mais velha Margret Schmidt (1934/1961), foi eleita duas vezes (1949-1950) a Rainha dos Jogos da Primavera e, então, mudaram a regra. Não era mais possível a reeleição. Seguindo os passos de Margret, Ingrid também se candidatou, em 1953, concorrendo pelo Colégio Anglo-Americano, do Rio de Janeiro. A beleza marcante, associada ao seu desempenho esportivo na vela, natação, saltos ornamentais e esgrima, fez com que conquistasse o título com facilidade”.


----------------------------------------------------


Nos tempos das passarelas

Por fmachado

A Miss Distrito Federal de 1955, Elvira Wilberg era descendente do Marquês de Sapucai. Elenice Barreto, Miss Clube Militar do Rio de Janeiro de 1955, casou-se com o Indalécio Wanderley. A famosa manequim Maria Sonia Soares de Araujo, Miss Fluminense de 1955, foi Miss Elegante Bangu e finalistas do Miss Distrito Federal de 1955. A atriz Sonia Dutra quase ganhou o Miss Rio de Janeiro de 1955. Miss Estado do Rio, 1955, Ingrid Schmidt, aos 15 anos, foi eleita Rainha dos Jogos da Primavera do Rio de Janeiro de 1954. Não esquecer que Ingrid é mãe dos velejador Torben e Lars Grael.

Anete Stone (AM), Maria Emília Correa Lima (CE), Ethel Chiaroni (SP), Ingrid Schmidt (RJ) e Gilda Medeiros (PA), cinco finalistas do Miss Brasil de 1955 (Foto: O Cruzeiro)

A fofoca nos bastidores do Quintandinha era que Maria Emília Correa Lima, Miss Ceará, foi eleita Miss Brasil de 1955, porque o patrocinador do concurso, Francisco Olympio de Oliveira, leia-se Leite de Rosas, deu uma forcinha.

Magda Phriman (DF), Gina MacPherson (Rio) e Maria Edilene Torreão (PE) as três finalistas do Miss Brasil de 1960 (Foto: O Cruzeiro).

Gina MacPherson, Miss Brasil de 1960, era filha de escoceses, seu verdadeiro nome é Jean MacPherson e que casou-se com o oficial da Marinha Ademar Garcia, e morou em Natal e no Recife. A segunda colocada Anamaria Rocha Collyer e terceira colocada Aurian Fátima Chaves, do Miss Amazonas de 1965, representaram Roraima e Rondônia no Miss Brasil de 1965.

Fonte: Blog do Fernando Machado


COMENTÁRIO: Gina (Jean) MacPherson é mãe do velejador Norman MacPherson e, sem perder a sua majestade, ainda frequenta o Rio Yacht Club, em Niterói.


-----------------------------------------------------


Veja outras fotos de Ingrid Schmidt Grael






Miss Estado do Rio de Janeiro, 1955.

Ingrid (à direita) com amigos na ponte do Rio Yacht Club (Sailing), em Niterói.

Foto do casamento de Ingrid Schmidt com o meu pai, Dickson Melges Grael. À direita, o meu avô, pai de Ingrid, o dinamarquês Preben Schmidt.

Ingrid com a neta Martine Grael.


---------------------------------------------------


LEIA TAMBÉM:

Os Jogos Femininos e a experiência liberal-democrática no Brasil (1946-1964)
Colunista Tetê Suzuki repercute homenagem a Ingrid Grael


Axel e Erik Schmidt

AXEL SCHMIDT: morre um dos pioneiros da vela no Brasil, inspiração da família Grael 
Morre Axel Schmidt, pioneiro da vela, tricampeão mundial e atleta olímpico
50 anos do primeiro campeonato mundial de vela no Brasil
Velejador Axel Schmidt é homenageado com o Prêmio Prata da Casa, da UFF
Axel e Erik Schmidt, os Gêmeos do Mar. Texto de Lars Grael
Mundial de Snipe: o domínio brasileiro no evento mais importante do ano na raia olímpica da Baía de Guanabara
Tradição da família Schmidt Grael na Classe Snipe
GRES Bem Amado, da comunidade da Grota, homenageou a família Schmidt Grael no Carnaval 2018

Um pouco sobre a família Schmidt Grael:

Preben Schmidt: a inspiração de gerações de velejadores da família Schmidt Grael
Helene Schmidt e os Imigrantes na Ilha das Flores, na Baía de Guanabara
Centenário do AILEEN (1912-2012): um barco de várias gerações

Um pouco sobre o Rio Yacht Club (Sailing)

Sailing - Forte como a aldeia gaulesa de Asterix
Rio Yacht Club: um pequeno centro de excelência da vela brasileira está próximo a completar 100 anos

GRES Bem Amado, da comunidade da Grota, homenageou a família Schmidt Grael no Carnaval 2018






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael. Obrigado.