quarta-feira, 15 de março de 2017

NITERÓI RESILIENTE: Nova ação contra queda de barreiras em Niterói



Morro do Estado, que no ano passado sofreu com deslizamentos, será um dos beneficiados pelas obra. Foto: Divulgação



Prefeito assinou ordem de início das obras para contenção de encostas em diferentes pontos da cidade

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, assinou nesta quarta-feira (15) a ordem de início de três obras de contenção de encostas. O investimento é de R$ 11 milhões para intervenções nas Ruas Moacir Padilha e Araújo Pimenta, no Morro do Estado; na Rua 22 de Novembro e na Lopes Cunha, no Fonseca; e na Travessa Beltrão, no Beltrão. As obras começam dentro de 10 dias e o prazo para conclusão é dezembro.

Em todos esses locais serão realizadas grandes intervenções com cortinas atirantadas, solo grampeado, mureta estaqueada, além de placas ancoradas, concreto projetado e canaletas de drenagem. Também serão instalados guarda-corpos, além da revegetação nas áreas degradadas. As ações permitirão que essas áreas sejam totalmente estabilizadas.

“Nos últimos quatro anos priorizamos investimentos em obras de contenção de encostas e na modernização da Defesa Civil. Essas três obras eram o que faltava para concluir o passivo do Morro do Bumba e virar a página dessa tragédia. Estamos fazendo essas intervenções com recursos próprios. Nosso objetivo é evitar novas mortes e salvar vidas”, afirma Rodrigo Neves, lembrando que desde 2013 foram investidos mais de R$ 150 milhões e realizadas mais de 50 obras de contenção.

Uma das representantes da Associação de Moradores do Morro do Estado, Mariana Santos, enfatiza a importância da obra para a comunidade.

“Em 2010 perdi meu primo em um desabamento. Ver essa obra sair do papel é um verdadeiro alívio para nós moradores”, diz.

O presidente da Associação de Moradores do Beltrão, Jonatan Mello, também lembrou a tragédia que atingiu a região na mesma época, quando 12 pessoas morreram.

“Estamos muito agradecidos ao prefeito por realizar essa obra, que vai mudar a história desse lugar”, conta.

Para este ano está acertada, ainda, a obra de contenção de encosta na Rua São Paulo, na Ponta da Areia, que tem valor de R$ 1,4 milhão. Nos últimos quatro anos, a Prefeitura de Niterói realizou mais de 40 obras de contenção, onde foram investidos mais de R$ 40 milhões. Já foram realizadas intervenções em 19 áreas da cidade, como na Grota do Surucucu, em São Francisco; Morro do Holofote, no Fonseca; Morro do Palácio, no Ingá; Rua Ponte Ribeiro, no Bairro de Fátima; Rua Machado, no Caramujo; Rua Engenheiro Guilherme Greenhalgh, em Icaraí; Rua Fagundes Varela, entre Ingá e Icaraí, além de Quebra-Mar, em Jurujuba, entre outras.

Em fevereiro foram iniciadas intervenções nas ruas Selma e Jerônimo Afonso, além da Travessa Jurandir, no Caramujo. As três frentes, que somam investimento de R$ 5,6 milhões (recursos do Ministério das Cidades), fazem parte de um pacote de ações do município para a prevenção e redução do impacto das chuvas na cidade, incluindo a modernização da Defesa Civil e a criação de novas áreas protegidas.

As obras de contenção de encostas na Rua Bombeiro Américo, no Caramujo, estão bastante avançadas. Em um dos pontos estão sendo feitas duas cortinas atirantadas, sendo que uma delas está quase pronta. Do outro lado, está sendo utilizada a técnica de “solo grampeado”. Este trabalho tem término previsto para junho, quando também será concluída a pavimentação da via e a reforma das escadas.

Também estão em andamento obras em sete pontos no Morro do Bonfim, no Fonseca. Na Martins Torres, em Santa Rosa, foi concluída no início de março a obra no local em que uma pedra de 25 toneladas rolou em março de 2015 provocando a interdição de um prédio residencial e forçando moradores a deixar suas casas.


Fonte: O Fluminense









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.