quarta-feira, 22 de março de 2017

NITERÓI RESILIENTE: Servidores fazem treinamento para acidentes com produtos perigosos







Agentes de trânsito, guardas municipais e técnicos do meio ambiente participaram de curso dado pelo Corpo de Bombeiros

Terminou nesta quarta-feira (22) o curso “Primeira Resposta para Emergências com Produtos Perigosos”, realizado na sede da Defesa Civil de Niterói para agentes da NitTrans e guardas municipais que atuam no trânsito da cidade, além de técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade.

As aulas teóricas e práticas foram ministradas por bombeiros do Grupamento de Operações com Produtos Perigosos, que vieram de Duque de Caxias para Niterói para compartilhar conhecimentos, como realizar procedimentos de sinalização da área, isolamento do local, evacuação de pessoas e primeiros socorros para prevenir que ocorra um segundo acidente.




Treinamento de combate a incêndio em vegetação. Foto Divulgação Defesa Civil de Niterói.


Apesar de Niterói não ter relatos recentes de acidentes com produtos perigosos, o subsecretário e coordenador da Defesa Civil Municipal, Walace Medeiros, afirma ser fundamental ter uma equipe preparada para lidar com situações dessa natureza, uma vez que este tipo de acidente pode causar grandes danos.

“O que se espera é que o agente de trânsito, após a montagem desse protocolo, esteja completamente preparado para executar as ações necessárias quando enfrentar uma situação envolvendo produtos perigosos no trânsito, e consequentemente diminua o potencial de risco”, afirmou Medeiros.

As aulas foram ministradas pelo tenente Rodrigo Luiz do Nascimento. Na parte teórica, ele explicou os procedimentos que devem ser tomados em acidentes envolvendo produtos perigosos, como colocação de roupa especial e a importância da sinalização e isolamento do local. Ele também mostrou vídeos com exemplo de acidentes no Brasil e em outros países.

Os alunos também tiveram uma aula prática, com a demonstração de contenção de um cilindro de cloro que estava vazando o gás. Dois deles vestiram a roupa especial, que inclui macacão, botas, máscara e capacete e aprenderam como agir numa situação como a que foi simulada.

“O Grupamento de Operações com Produtos Perigosos existe desde 2003. Temos evoluído nos estudos e crescemos bastante na prestação de socorro nesse tipo de atendimento. Hoje posso ressaltar que no Brasil o único grupamento de bombeiros que atende esse tipo de evento é o do Rio de Janeiro. Sempre que somos solicitados fazemos essas instruções, porque é muito importante difundir o conhecimento sobre esse tipo de assunto tão importante e que ajuda bastante no trabalho dos agentes de segurança e de trânsito, que geralmente são os primeiros a chegar ao local da ocorrência. É importante que eles tenham alguns conhecimentos e técnicas básicos para evitar que a ocorrência seja mais danosa, além de proteger a integridade da população próxima ao local do acidente”, explicou o tenente Rodrigo Luiz.

Fonte: O Fluminense











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.