terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Restaurante popular vai iniciar separação de reciclável




Fotos Divulgação Prefeitura.



Municipalizado em janeiro, espaço vai adotar prática a partir do próximo dia 26

O Restaurante Cidadão Jorge Amado, municipalizado pela Prefeitura de Niterói em janeiro, vai realizar a coleta seletiva de material reciclável a partir da próxima semana. Os funcionários do local participarão de uma capacitação com técnicos da Companhia de Limpeza de Niterói (Clin) na próxima terça-feira (24) para iniciarem a separação do reciclável e a partir da quinta-feira, as embalagens plásticas, de papel e latas serão destinadas à Clin.

A secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Verônica Lima, destacou que a iniciativa ajudará a conscientizar os funcionários.

“Durante a capacitação os funcionários começam a adquirir uma consciência sustentável. É muito importante a separação correta do lixo para que o descarte seja feito de forma correta sem comprometer o meio ambiente. Um equipamento como o Restaurante Cidadão não poderia ficar de fora dessa iniciativa”, afirmou a secretária.

Silvia Pires, bióloga responsável pelo setor de reciclagem da Companhia, explica que capacitação é realizada quando a coleta seletiva é solicitada por empresas ou condomínios, onde a quantidade de resíduos é maior.

“Acreditamos que é importante fortalecer o espírito de cooperação na sociedade, e esse trabalho de conscientização que a Prefeitura faz, através da Clin, visa sensibilizar quanto a importância e as vantagens da segregação dos resíduos, de forma a assegurar padrões de qualidade de vida e preservação ambiental”, explica Sílvia.

Niterói realiza a coleta seletiva desde 1991, sendo uma das cidades pioneiras no setor. Baseado na filosofia dos 3R’s (Reduzir, Reutilizar e Reciclar) este programa vem desenvolvendo atividades educativas, de forma a conscientizar a população quanto a sua importância. Os resíduos sólidos recicláveis (papel, plástico, vidro e metal) são doados para duas cooperativas de catadores da cidade, que depois repassam o material para as indústrias que reciclam os produtos, desta forma todo participante auxilia na preservação ambiental e na inserção social.

Fonte: O Fluminense









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.